Odontologia
51 Publicações -

Aprimorando seu currículo durante a graduação

há 4 dias     -     
Aprimorando seu currículo durante a graduação

blog1Gabriela Gomes.jpg (92 KB)

É aluno de graduação em odontologia (ou também de qualquer outra área da saúde) e gostaria de ampliar seus horizontes? Que tal fazer isso e ainda por cima agregar valor ao seu currículo?

Para ser um profissional completo não basta apenas dominar teorias e técnicas ensinadas ao longo da graduação, também é necessário se diferenciar! Com um leque de oportunidades oferecido a você ao longo de seu curso, escolha aquela (ou aquelas) atividade extra que mais se encaixa com seu perfil e bora para a luta! Pode ser até um pouco mais difícil ter que conciliar atividades extras com a graduação, mas garanto que seu currículo e seu futuro irão te agradecer (experiência própria)! Se liga nessas dicas para sair da faculdade com um repertório enorme de conhecimento e experiências!

1. Iniciação Científica

Programas de iniciação científica são destinados a alunos de graduação, pela orientação de um pesquisador/orientador, com o objetivo de desenvolver pesquisas, inovação e tecnologia em sua instituição de ensino a partir de um projeto de pesquisa. Geralmente, é o primeiro contato de um aluno com a carreira acadêmica na faculdade.

Cada instituto tem seu tipo de processo seletivo, mas você também pode tentar conversar diretamente com o professor da sua área de interesse para descobrir se ele tem planos de desenvolver algum projeto. O estudante pode também receber uma bolsa de fomento para desenvolver a pesquisa, como as oferecidas pela CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) ou CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico). Um relatório deve ser entregue a cada 6 ou 12 meses, dependendo do que é pedido por cada instituição.

A Iniciação Científica te permite participar de diversos congressos para apresentar seus resultados da pesquisa, o que também é um ótimo meio de fazer um “network” com colegas de outras instituições! Além disso, dependendo do seu rendimento ao longo da pesquisa, você pode ganhar prêmios nas apresentações ou nas entregas de relatório e, caso você se interesse pela pesquisa desenvolvida ou pela carreira acadêmica, pode também ingressar futuramente num mestrado ou doutorado!

2. Ligas Acadêmicas

Uma das atividades extracurriculares mais legais e importantes para se realizar durante a graduação é participar de uma liga acadêmica! Elas visam complementar a formação acadêmica em uma área específica de seu curso (implantodontia, estética, pacientes oncológicos, pediatria etc). Geralmente, as ligas ajudam a organizar palestras, simpósios e outras atividades que ampliam o conhecimento e a experiência do participante, fornecendo certificados de participação ao fim de cada período/ano, oque pode ser importante para compor as horas ou créditos necessários para a formação no curso. Cada liga acadêmica tem seu modo de recrutamento de alunos e se a sua faculdade não tem uma liga acadêmica ou não tenha alguma com o tema que você mais se identifica, quem sabe você pode até ser o idealizador e criar a primeira liga da sua faculdade! Converse com o setor de graduação de seu local de ensino e verifique quais são os passos para criar uma liga acadêmica.

3. Entidades acadêmicas

Além das ligas acadêmicas, muitas faculdades possuem outras entidades importantes para o entrosamento e desenvolvimento dos alunos, as chamadas “entidades acadêmicas”. Entram nesse termo as associações atléticas, centros acadêmicos, organizações de congressos, empresas júniores, entre outras. No geral, assim como as ligas acadêmicas, as entidades também possuem seus próprios métodos de recrutamento de alunos (entrevistas, provas etc) e constituem uma parte importante da faculdade!

4. Congressos, Workshops, Simpósios, Jornadas e Cursos

Para ser um profissional diferenciado você precisa ir atrás da sua diferenciação! Ao contrário do que muitos pensam e fazem, não é só depois de formados que precisamos correr atrás de cursos e congressos para nos atualizarmos, já podemos fazer isso ao longo da graduação! A participação em congressos e outras variações, seja como ouvinte ou expositor (como nas apresentações de trabalhos) conta muitos pontos em seu currículo e em sua experiencia profissional! Você fica por dentro do que é mais recente na sua área, conhece novos profissionais, descobre novas técnicas e equipamentos e agrega mais conhecimento para seu futuro! Em tempos de COVID-19, muitas instituições estão realizando congressos e cursos online com valores menores (quando comparados aos valores dos cursos presenciais) e com certificado, ou seja, você estuda, se atualiza e não precisa sair de casa!

5. Esportes

Já ouviu aquela frase “mente sã, corpo são”? É a mais pura verdade! Diversas pesquisas já demonstraram a importância da atividade física para a nossa saúde, prevenindo doenças, auxiliando no tratamento de depressões ou outros transtornos psíquicos (devido à liberação de hormônios que nos dão a sensação de “dever cumprido” e de felicidade) auxiliando na perda de peso, aliviando o stress, entre outros diversos benefícios. Além disso, os esportes nos ensinam valores que podemos levar para o resto da vida, como o companheirismo, trabalho em equipe, honestidade e força de vontade! Durante a minha graduação, conheci um esporte maravilhoso chamado rugby! Foi graças a ele que conheci minhas melhores amigas na faculdade e descobri que eu era capaz de fazer algum exercício físico que, ao mesmo tempo que beneficiava minha saúde, me mostrava que não preciso ter medo de aprender algo novo! E você, faz alguma atividade física? Sua faculdade tem algum time ou apoia alguma prática esportiva? Caso a resposta seja não, quem sabe essa não é a hora de começar, hein?

time.png (522 KB)

Figura 1 - Minhas amigas do time de rugby FeaOdonto e eu comemorando o ouro em um campeonato de 2018! Fonte: autor.

6. Estágios em clínicas

Muitos recém formados saem da faculdade com medo do que vem pela frente e muitas vezes isso se deve à falta de experiência clínica. Já pensou em procurar algum estágio durante a graduação? Além de agregar experiências para o futuro, também te ajuda financeiramente (caso o estágio seja pago)! Mesmo que você procure algum estágio pago e não ache, vale a pena procurar algum local onde você possa aprender um pouco mais sobre o dia a dia num consultório! Procure conversar com algum dentista sobre a oportunidade de acompanhar seus atendimentos uma vez por semana ou a cada 15 dias. Dependendo da experiência, o dentista pode se interessar pelo seu trabalho e acabar te contratando para um estágio remunerado!

7. Estágios em Hospitais

Para quem sonha em seguir uma carreira no hospital ou se interessa em saber como é o dia a dia de um dentista neste ambiente, os estágios de férias são ideais! Algumas instituições possuem estágios de férias, gratuitos ou pagos, em diversas áreas da odontologia hospitalar, como estágios em traumatologia (bucomaxilofacial), oncologia, pacientes especiais, entre outros. Segue a lista de algumas instituições que oferecem estágios de férias:

  • Hospital das Clínicas de São Paulo - https://eephcfmusp.org.br/portal/
  • Hospital de Amor (Hospital do Câncer de Barretos) - https://www.hcancerbarretos.com.br/
  • Hospital da Face - http://www.hospitaldaface.com.br/programa-de-estagio-em-odontologia/

8. Projetos sociais

Tem coisa melhor para o coração e para a alma do que ajudar o próximo? Como uma amiga minha sempre diz, muitas vezes realizamos um projeto social para ajudar o próximo, mas quem é realmente ajudado somos nós, com o coração repleto de amor e gratidão! O Brasil é o país com o maior número de dentistas no mundo e, mesmo assim, uma grande parcela da população nunca se quer foi ao dentista! Sendo assim, é importante desenvolver projetos sociais para ajudar (principalmente) a população menos assistida. Existem diversos projetos sociais já consolidados e que sempre estão recrutando voluntários, porém, nada impede de você mesmo criar um! Realizar um projeto social não é simples, exige muito planejamento para tentar ao máximo evitar imprevistos, arrecadação de fundos para custear os insumos, organização de materiais, levantamentos epidemiológicos e outras etapas. Você pode começar com um projeto social pequeno e mais simples, como arrecadar roupas e alimentos para pessoas mais carentes ou realizar projetos de educação sobre escovação em escolas e ir evoluindo para projetos maiores e que demandam mais tempo e organização, como expedições para o interior do país ou para o exterior! Além de agregar sentimentos bons e experiência para o futuro, projetos sociais emitem certificados, sendo mais um diferencial importante para seu currículo!

atendimento.png (298 KB)

Figura 2 - Projeto social realizado na Amazônia em agosto de 2019 junto com a Equipe Guajupiá. Fonte: autor.

Por mais que pareça difícil conciliar graduação com outros compromissos, é muito importante você realizar atividades extracurriculares! Com muito planejamento e força de vontade, tudo é possível! Também não precisa participar ao mesmo tempo de tudo isso citado acima, mas procure ao menos realizar 1 ou 2 tarefas extracurriculares. Seu futuro profissional irá te agradecer!

Bibliografia

  • https://guiadoestudante.abril.com.br/blog/vida-universitaria/como-funciona-a-iniciacao-cientifica/

 

  • http://www.fo.usp.br/pesquisa/?page_id=3341
     
  • https://eephcfmusp.org.br/portal/
     
  • http://www.hospitaldaface.com.br/programa-de-estagio-em-odontologia/
     
  • https://www.hcancerbarretos.com.br/
     
  • http://www.jornaldocampus.usp.br/index.php/2019/10/depressao-e-esporte-entre-a-causa-e-a-cura-parte-1/
51 Publicações - 0 Seguidores

Estamos aqui para revolucionar a odontologia e ajudar a você se aperfeiçoar cada vez mais.

Publicamos textos dos nossos colunistas, atualizações, inovações, notícias e o que andamos fazendo por aqui, na Sanar.

 

  • 51 Publicações