Psicólogo Concurseiro

As 3 principais áreas de Residência em Psicologia

há 3 meses     -     
As 3 principais áreas de Residência em Psicologia

As 3 principais residências em Psicologia

As 3 principais Residências em Psicologia  

 

Quase todo estudante de psicologia ou psicóloga (o) que deseja fazer residência tem dúvidas sobre qual programa e área escolher e como se preparar, afinal, escolher uma carreira não é fácil e esse é um dos passos cruciais para ser bem sucedida (o).

Sempre dizemos por aqui que o segredo está em conseguir identificar QUAL área se encaixa melhor em você e não o contrário. Isso porque além de escolher uma área que te ajude a entrar bem no mercado de trabalho, para nós é muito importante que você seja feliz com o que você faz!

Pensando nisso, trouxemos aqui TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER sobre as três principais residências em Psicologia para te ajudar a tomar a sua decisão: Saúde Mental, Saúde da Família e Psicologia Hospitalar.

 

Residência em Saúde Mental:

 

Área de atuação: Rede de Atenção Psicossocial (RAPS).

 

O que faz um residente em Saúde Mental?

 

Ao longo dos dois anos, os residentes circularão nos diversos componentes e pontos de atenção da RAPS, desenvolvendo práticas interventivas, no contexto do serviço e sobretudo do território, envolvendo-se em processos de Educação em Saúde e Educação Permanente; de gestão e organização da rede de referência, articulação intra e intersetorial, além do trabalho em equipe, de modo a se preparar para atuar de forma integral na RAPS. 

Residência em Saúde da Família

 

Área de atuação: Unidades Básicas de Saúde (UBS).

 

O que faz um residente em Saúde da Família?

 

Os residentes em Saúde da Família irão desenvolver ações específicas da Psicologia, como atendimentos psicológicos individuais, com enfoque  breve-focal e visitas domiciliares para acompanhamento de usuários e família; orientações a familiares e a profissionais da saúde e da educação acerca de questões de saúde mental, acolhimentos em saúde, encaminhamentos para a rede de saúde e saúde mental do município; atuação com os demais profissionais da Estratégia de Saúde da Família para o desenvolvimento de ações ampliadas, realizadas de maneira interdisciplinar e intersetorial como, por exemplo, intervenções de promoção, prevenção e educação em saúde.

 

Residência em Psicologia Hospitalar

 

Área de atuação: Hospitais.

 

O que faz um residente em Psicologia Hospitalar?

 

Atendimentos psicológicos individuais sistematizados ao paciente internado, atendimentos aos familiares, grupos terapêuticos, interconsultas e respostas a pareceres em ambulatórios e em enfermarias. Em setores de maior complexidade, como na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), o trabalho do residente consiste em realizar acolhimento psicológico, psicoterapia breve e de emergência, intervenção em crise, avaliação psicológica e de orientação, clarificação e pontuação de sentimentos e percepções.

 

Referências:

DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO DE. UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO / Univasf. Projeto Político-Pedagógico do Programa (PPP) , Dezembro de 2013. PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE MENTAL , Vale do São Francisco, p. 1-29, 2013.

CEZAR, Pâmela Kurtz; RODRIGUES, Patrícia Matte; ARPINI, Dorian Mônica. A Psicologia na Estratégia de Saúde da Família: Vivências da Residência Multiprofissional. Psicol. cienc. prof.,  Brasília ,  v. 35, n. 1, p. 211-224,  Mar.  2015 .   Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98932015000100211&lng=en&nrm=iso>. 

VERONEZE, Cristiane Berriel et al . Residência em Psicologia Hospitalar e da Saúde do HU/UFJF: consolidando práticas no campo da saúde. Psicol. pesq.,  Juiz de Fora ,  v. 2, n. 1, p. 20-26, jun.  2008 . Disponível em <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1982-12472008000100004&lng=pt&nrm=iso>




83 Publicações - 2 Seguidores

  • 83 Publicações