Nutricionista Concurseira

Recomendações e avaliação nutricional da Nutriz

há 8 meses     -     
Recomendações e avaliação nutricional da Nutriz

Avaliação Nutricional da Nutriz.jpg (86 KB)

 

O puerpério, tempo de seis a oito semanas após o parto, ocorrem modificações internas e externas, configurando-se como um período carregado de transformações psíquicas, onde a mulher continua a precisar de cuidados e proteção.

Sendo assim, é de suma importância a avaliação do estado nutricional da lactante, devendo ser realizada de acordo com indicadores dietéticos, clínicos e antropométricos.

No presente resumo, explanaremos sobre a importância e os principais assuntos relacionados a Nutriz, trazendo a sua fundamentação teórica, sua avaliação nutricional e recomendações, de forma sintetizada.

Onde estaremos abordando assuntos como: avaliação clínica e dietética, antropometria, principais recomendações durante a lactação sendo elas: energia, proteína, lipídeos e carboidratos, como também, vitaminas e minerais. E, as práticas recomendadas durante a amamentação

 

Sumário

Recomendações e avaliação nutricional da Nutriz

1.      AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DA NUTRIZ

2.      Energia

3.Vitaminas e Minerais

 

1. Avaliação Nutricional da Nutriz

 

Avaliação dietética

São parâmetros para estimar a ingestão energético-proteica e dos micronutrientes:

  • Recordatório 24 horas;
  • Questionário de frequência de consumo alimentar (QFCA).

 

Avaliação clinica

Durante a anamnese deve ser avaliado:

  • Funcionamento intestinal;
  • Presença de enfermidades crônicas;
  • Sinais sugestivos de deficiência nutricional 

 

Antropometria 

A taxa de perda de peso é, em média, de 0,6kg a 0,8kg/mês durante os quatro a seis primeiros meses de lactação após o parto, podendo sofrer alterações em função do consumo e/ou gasto energético. A recomendação de perda de peso deve considerar o estado nutricional da nutriz.

 

Principais recomendações durante a lactação

A lactação é o período do ciclo reprodutivo com maior demanda de nutrientes, sendo os requerimentos maiores do que na gestação, pois, em quatro meses, o lactente duplica seu peso ao nascer, o qual foi adquirido ao longo dos nove meses de gestação.

A recomendação de nutrientes se baseia na quantidade de leite produzida, no conteúdo energético do leite e na quantidade de energia e reservas nutricionais maternas, devendo atender à produção de leite e garantindo, então, substratos para a produção adequada de leite materno.

2. Energia

O requerimento de energia durante a lactação é influenciado pela duração e intensidade da amamentação e estado nutricional da nutriz. Na determinação das necessidades energéticas das nutrizes, utiliza-se a recomendação da FAO, conforme o Quadro 01.

Quadro 01. Necessidades energéticas da Nutriz

1º semestre (aleitamento materno exclusivo)

Produção de leite = 807 mL/dia Conteúdo energético do leite = 67 kcal/100ml Custo energético* = 675 kcal/dia

2º semestre (alimentação complementar)

Produção de leite = 550 ml/dia Conteúdo energético do leite = 67 kcal/100ml Custo energético* = 460 kcal/dia

Reserva de gordura acumulada na gestação

6.500 kcal/kg → 6.500 x 0,8** kg/mês = 5.200 kcal/mês →170 kcal/dia


* A eficiência de conversão da energia dos alimentos em energia corporal é de 80%.
** Taxa de perda de peso em mulheres bem nutridas.

Proteína

O consumo seguro de proteína para mulheres adultas é de 1,1 g/kg/ dia. Portanto, no planejamento dietético, deve-se calcular o consumo ideal de proteínas utilizando o peso desejável e acrescentando o adicional adequado para cada período da lactação.

De acordo com a DRI a recomendação do adicional deverá ser de:

  •  25 g/dia de proteína na dieta da nutriz

Ou então poderá ser de:

  • 19 g/dia no 1º semestre
  • 12,5 g/dia no 2º semestre

 

Lipídios

A quantidade e o tipo de gordura no leite materno são reflexos diretos da dieta materna, portanto, a recomendação de ingestão adequada (AI) segunda a DRI deverá ser de:

  • Ácidos graxos poli-insaturados da série ômega - 6 (n-6) é de 13 g/dia
  • Ácidos graxos poli-insaturados da série ômega - 3 (n-3) é de 1,3 g/dia

 

Carboidratos 

A EAR (necessidade média estimada) de carboidratos nesse período é de:

  • 100 g/dia

 E a RDA (ingestão dietética recomendada) é de:

  • 175 g/dia.

Essa recomendação fornece calorias suficientes na dieta para manter volumes adequados de leite e para prevenir a formação de corpos cetônicos.

 

3. Vitaminas e Minerais

Alguns micronutrientes merecem atenção especial na fase de lactação, dentre eles as vitaminas lipossolúveis A, D e K, vitaminas hidrossolúveis C, B2, folato, B6 e B12, e os minerais cálcio e ferro.

 

Práticas alimentares maternas recomendadas durante a amamentação

No durante a amamentação, deverá haver o aumento da ingestão de água, como também, deverá ser evitado a ingestão de álcool. Além disso, a nutriz deverá consumir uma dieta variada incluindo pães e cereais, frutas, legumes, verduras, derivados do leite, sendo três ou mais porções por dia e carnes.

A ingestão de cafeína é compatível com a amamentação. No entanto, em quantidade excessiva pode provocar insônia e irritabilidade no lactente. Deverá evitar a nicotina, pois esta é transferida para o leite. O hábito de fumar (acima de 10 cigarros/dia) pode diminuir a produção láctea e alterar o sabor do leite.

O consumo de adoçantes artificiai deve ser evitado. O seu uso deve ficar restrito às gestantes diabéticas ou com obesidade grave. Baseado nas evidências atualmente disponíveis, aspartame, sucralose, acessulfame-K e a estévia são considerados seguros.

O aspartame não deve ser utilizado por gestantes homozigóticas para fenilcetonúria. A sacarina e o ciclamato devem ser evitados durante a gestação, pois não existem informações disponíveis que afaste provável potencial carcinogênico desses adoçantes.

É importante que a nutriz evite dietas e medicamentos que promovam rápida perda de peso (mais de 500g por semana).

 

Vamos saber mais sobre a fonte deste conteúdo? 

 

 A coleção Manuais da Nutrição é o melhor e mais completo conjunto de obras voltado para a capacitação e aprovação de nutricionistas em concursos públicos e programas de residências do Brasil. Elaborada a partir de uma metodologia que julgamos ser a mais apropriada ao estudo direcionado para as provas em Nutrição, contemplamos os 6 volumes da coleção com os seguintes recursos:

  •  Teoria esquematizada de todos os assuntos;
  •  Questões comentadas alternativa por alternativa (incluindo as falsas);
  •  Quadros, tabelas e esquemas didáticos;
  •  Destaque em lilás para as palavras-chave;
  •  Questões categorizadas por grau de dificuldade, de acordo com o    modelo a seguir:

 

Elaborado por professoras com sólida formação acadêmica em Nutrição, a presente obra é composta por um conjunto de elementos didáticos que em nossa avaliação otimizam o estudo, contribuindo assim para a obtenção de altas performances em provas e concursos na Nutrição.

Este manual aborda o tema da Nutrição voltado para todos os ciclos da vida. Desde os aspectos fisiometabólicos, endócrinos e nutricionais da gestação, fatores de risco na gestação, intercorrências gestacionais e mamárias, avaliação nutricional e recomendações de nutrientes na gestação, fisiopatologia da lactação e composição do leite materno, recomendações e avaliação nutricional da nutriz, avaliação e recomendações na infância, adolescência, na fase adulta e nos idosos.

TÓPICOS:

Capítulo 1:

ASPECTOS FISIOMETABÓLICOS, ENDÓCRINOS E NUTRICIONAIS DA GESTAÇÃO

Capítulo 2:

FATORES DE RISCO NA GESTAÇÃO

Capítulo 3:

INTERCORRÊNCIAS GESTACIONAIS MAMÁRIAS

Capítulo 4:

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL E RECOMENDAÇÕES DE NUTRIENTES NA GESTAÇÃO

Capítulo 5:

FISIOLOGIA DA LACTAÇÃO E COMPOSIÇÃO DO LEITE MATENO

Capítulo 6:

RECOMENDAÇÕES E AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DA NUTRIZ

Capítulo 7:

ALEITAMENTO MATERNO

Capítulo 8:

NUTRIÇÃO NO PRIMEIRO ANO DE VIDA: ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR

Capítulo 9:

ASPECTOS FISIOLÓGICOS E NUTRICIONAIS NA INFÂNCIA

Capítulo 10:

ALIMENTAÇÃO DO PRÉ-ESCOLAR E ESCOLAR

Capítulo 11:

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL E RECOMENDAÇÃO DE NUTRIENES NA INFÂNCIA

Capítulo 12:

ASPECTOS FISIOLÓGICOS E NUTRICIONAIS NA ADOLESCÊNCIA

Capítulo 13:

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL E RECOMENDAÇÕES DE NUTRIENTES NA ADOLESCÊNCIA

Capítulo 14:

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL E RECOMENDAÇÕES DE NUTRIENTES NA FASE ADULTA

Capítulo 15:

ALTERAÇÕES FISIOLÓGICAS NO IDOSO

Capítulo 16:

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL E RECOMENDAÇÕES DE NUTRIENTES DO IDOSO

 

  • Para que você possa ter o segundo livro da nossa Coleção Manuais da NUTRIÇÃO, NUTRIÇÃO NOS CICLOS DE VIDA, vamos te presentear com um cupom de desconto imperdível: MANUAL2NUTRI.

 

Quero adquirir o Manual Ciclos da Vida!

 

livro-apostila-manuais_nutricao-para-concursos_volume2-editora-sanar.png (466 KB)

 

A gente sabe te aprovar!

 

 

 

71 Publicações - 2 Seguidores

Em 2019 ultrapassaremos os 150 mil nutricionistas no Brasil! Já passou da hora de termos um lugar com todo contéudo que precisamos, correto?

Aqui você vai encontrar: Concursos abertos para Nutrição, Editais de residência; Dicas de estudo, Artigos Técnicos, Mapas Mentais, Flashcards, Entrevistas, Dicas de carreira e muito mais! Fique de olho e vem com a gente :)

  • 71 Publicações