Logo Sanar

Carreiras

10 questões comentadas para passar em qualquer prova de residência em Farmácia

questoes-comentadas-simulado-farmacia-foto-louis-reed-unsplash.jpg (519 KB)

Atenção, concurseiros!

Sei que, a essa altura do ano, você deve estar com a preparação a mil para a prova de residência dos sonhos! E toda ajuda é bem vinda para testar os conhecimentos adquiridos até aqui, seja com revisão, flashcards, mapas mentais e simulados. Não é mesmo?

Pensando nisso, separamos 10 questões comentadas para te ajudar a passar em qualquer prova de residência que você escolha fazer! 

As perguntas foram extraídas do Simulado de Residência em Farmácia USP, e foram comentadas pela professora Thassila Pitanga.

Confira abaixo!


BAIXE O E-BOOK COM TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE RESIDÊNCIAS EM FARMÁCIA!



Questão 01: Nos serviços de Farmácia Hospitalar, deve-se ter no arsenal farmacoterapêutico antídotos para serem utilizados em casos de intoxicações. Relacione o antídoto com o agente tóxico:

questao1-simulado-farmacia-sanar.png (61 KB)

A relação correta na ordem numérica de 1 a 6 é:

a) c, a, b, f, d, e
b) b, d, c, a, f, e
c) a, b, c, d, e, f
d) f, e, d, c, b, a
e) c, d, f, b, e, a

Comentário: No caso de intoxicações por opióides, a naloxona vai ser o antagonista competitivo, porque sua atuação reverte, ameniza, aquele quadro de depressão respiratória dessa intoxicação. 

Em relação ao metanol, é preciso lembrar do metabolismo do etanol. Ele sofre ação da álcool-desidrogenase, gerando o acetaldeído, que vai passar pela ação da aldeído-desidrogenase para gerar o ácido acetato que vai ser eliminado na urina. O que o metanol tem a ver com isso? 

O metanol também usa essas enzimas. Ele é biotransformado também pela álcool-desidrogenase, metabolizado pela aldeído-desidrogenase, para gerar ácido fólico. A estratégia pra melhorar esse quadro é adicionar etanol, que em excesso vai saturar as enzimas da álcool-desidrogenase, prevenindo a formação de metabólitos tóxicos a partir do metanol. Assim, ele passa a ser eliminado na urina.

Sobre o paracetamol, é preciso lembrar também do seu metabolismo: 95% envolve compostos neutros eliminados na urina através da glicuronidação e da sulfatação; enquanto 5% do paracetamol são metabolizados por via alternativa, gerando o NAPQI, metabólico altamente tóxico, nefrotóxico, patotóxico. No uso normal, esses 5% que geraram o NAPQI acabam sendo neutralizados pela glutationa (GSH), levando a um produto hidrossolúvel que também será eliminado. O problema é que, numa intoxicação por paracetamol, a dose concentrada é muito alta e leva à saturação das enzimas. Com o NAPQI em excesso, não há glutationa suficiente para neutralizá-lo. A solução é adicionar acetilcisteína, por ser precursor da glutationa, ajudando assim na neutralizaçao do NAPQI.

Quanto ao inseticida anticolinesterase, compostos como esse atuam bloqueando a enzima acetilcolinesterase, responsável por hidrolisar a acetilcolina em acetato e colina. Na intoxicação por inseticidas anticolinesterases há aumento de acetilcolina. Um antídoto utilizado é justamente a atropina combinada com pralidoxima, que faz o bloqueio competitivamente. A atropina por ser antagonista colinérgico e bloqueador dos receptores muscarínicos de acetilcolina; e a pralidoxima é um reativador da enzima colinesterase.

Os benzodiazepínicos são depressores do sistema nervoso central e atuam nos receptores GABA A, aumentando a afinidade por esse receptor, e o GABA A leva à resposta de hipoerpolarização da membrana. A flumazenila compete justamente com os benzodiazepínicos pelo receptor GABA A, e antagoniza com benzodiazepínicos para impedir que ocorra, por exemplo, uma depressão respiratória decorrente desse uso dos benzodiazepínicos.

Já o ferro vai ser quelado pela deferoxamina, de modo que não estará mais livre e virará um composto totalmente hidrossolúvel, chamado ferrioxamina. A partir de então, ele passará a ser eliminado na urina. 

 

Questão 02: Relacione o fármaco com a classe terapêutica:

questao2-simulado-farmacia-sanar.png (52 KB)

A relação correta na ordem numérica de 1 a 6 é:

a) a, b, c, d, e, f
b) b, d, c, a, f, e
c) c, d, f, b, e, a
d) c, a, b, f, d, e
e) f, e, d, c, b, a

Comentário: A vancomicina é um antibiótico da classe dos glicopeptídeos, com recomendação de uso no tratamento de estafilococos resistentes à oxacilina. A metformina é um antidiabético oral da classe das biguanidas, primeira linha de escolha para quem tem diabetes, como tratamento único. Logo, a metformina é um hipoglicemiante. 

Já a quetiapina é um antipsicótico atípico, geralmente utilizado para pacientes que têm esquizofrenia. A prednisona é um corticóide, anti-inflamatório estereoidal.

A lamivudina é um antirretroviral da classe dos inibidores da transcriptase reversa, utilizado num coquetel do tratamento do HIV. E o propanolo é um betabloqueador, só que do tipo não-seletivo. Ele bloqueia onde houver receptor beta-adrenege e leva à bradicardia. É um anti-hipertensivo.


BAIXE O NOSSO APP E PREPARE-SE COM MAIS DE 100 MIL QUESTÕES GRATUITAS



Questão 03: Homem de 52 anos de idade, após consulta com endocrinologista devido ao diabetes tipo 2, diagnosticado há cerca de 4 anos. 

  • Dados do exame físico: altura = 1,70 m; IMC = 26,8 kg/m2; circunferência abdominal (CA) = 98 cm; pressão arterial (PA) = 120 x 80 mmHg. 
  • Exames laboratoriais: glicemia de jejum = 140 mg/dL; HbA1c = 8,2% (VR: 4,8-5,9); creatinina = 0,8 mg/dL (VR: 0,7-1,3); ureia = 32,6 mg/dL (VR: 15-40); colesterol total = 220 mg/dL; HDL-c = 44 mg/dL; LDL-c = 120 mg/dL; triglicerídeos = 280 mg/dL; ácido úrico = 7,0 mg/dL (VR: 2,5-7); TGO = 92 U/L (VR: até 37); TGP = 108 U/L (VR: até 41). 

A alternativa que contém medicamentos em uso por este paciente é:

a) Glibenclamida (10 mg/dia, 2x ao dia); captopril (75 mg, 1x ao dia)
b) Metformina (850 mg, 2x ao dia); allopurinol (300 mg, 1x ao dia)
c) Insulina Asparte ao deitar; hidroclorotiazida (25 mg, 1x ao dia)
d) Metformina (850 mg, 2x ao dia); gliclazida MR (30 mg, 1x ao dia)
e) Glibenclamida (5 mg, 1x ao dia); clortalidona (12,5 mg, 1x ao dia)

Comentário: Os pontos-chave da questão são a pressão arterial normal; a glicemia de jejum 140 mg/dL, sendo que uma pessoa normoglicêmica é menor do que 100 mg/dL; a hemoglobina glicada em 8,2%, que num indivíduo normal é abaixo de 5,7%; e ácido úrico também normal, 7,0 mg/dL. Diante disso, os medicamentos em uso pelo paciente são a metformina e a gliclazida porque ambos são hipoglicemiantes. 

Para o paciente com diabetes tipo 2, como indica a hemoglobina glicada muito alta, foi adicionada a terapia da metformina, que é indicada para monoterapia. A gliclazida foi indicada também porque a situação é grave, como indica o 8,2% de hemoglobina glicada.


Questão 04: Os corticosteróides sistêmicos apresentam ações anti-inflamatórias e imunissupressoras, mas também causam várias reações adversas. A alternativa que contém apenas reações adversas causadas por corticosteróides é:

a) ototoxicidade e redução na retenção de sais
b) urticária e disfunção erétil
c) artrite reumatóide e aumento de massa muscular
d) doença de Crohn e artrite gotosa aguda
e) osteoporose e síndrome de Cushing

Comentário: Ao se deparar com uma questão dessa, é preciso lembrar os distúrbios metabólicos associados a corticóides. Mas, a priori, é possível pensar o seguinte: por ser imunossupressor, não vai ser benéfico a uma infecção, a menos que seja associado a um antibiótico. 

A resposta correta é a alternativa que apresentam osteoporose e síndrome de Cushing como reações adversas. Isso porque o corticóide reduz a atividade dos osteoblastos, que aumentam a deposição da massa óssea, e ativam os osteoclastos, que removem essa matriz óssea e induz à osteoporose. 

O uso contínuo de corticóides incorre na síndrome de Cushing, porque a exposição a níveis elevaods de cortisol leva ao acúmulo de gordura na região do pescoço e na parte superior das costas - também conhecida como córcova de búfalo. Pessoas nessas condições também apresentam estria, dificuldade de cicatrização e condição relacionada à obesidade, devido ao rearranjo da gordura concentrada na região abdominal.


Questão 05: São exemplos de mecanismos de interações farmacocinéticas, nas fases de absorção, distribuição, biotransformação e excreção, nesta ordem, respectivamente:

a) alteração na motilidade intestinal, quelação, inibição enzimática pela isoniazida, alteração do pH urinário
b) alteração do pH gastrointestinal, competição ligada a proteínas plasmáticas, indução enzimática por barbitúricos, alteração no pH urinário
c) má absorção causada por fármacos, quelação, adsorção, alteração na secreção tubular renal
d) alteração do pH gastrointestinal, quelação, inibição enzimática pela isoniazida, alteração do pH urinário
e) alteração na motilidade intestinal, quelação, inibição enzimática pela isoniazida, alteração do fluxo sanguíneo renal

Comentário: Quando se trata da alteração do pH gastrointestinal, no caso, já implica absorção. A competição ligada a proteínas plasmáticas envolve distribuição, que depende da ligação dos fármacos às proteínas plasmáticas. A indução enzimática por barbitúricos está ligada ao metabolismo - se ocorre aumento das enzimas CIP, vai aumentar o metabolismo. E a alteração do pH urinário aumenta a excreção do composto - se aumentar ou diminuir o pH, vai excretar muito mais um fármaco ácido ou básico.


VEJA AQUI MAIS QUESTÕES COMENTADAS DO SIMULADO DE RESIDÊNCIA EM FARMÁCIA



Questão 06: A asma não controlada pode evoluir para um estado agudo no qual há sintomas como, por exemplo, inflamação, edema das vias aéreas, acúmulo excessivo de muco e broncoespasmo que podem resultar em um estreitamento das vias aéreas. Nesse quadro, há baixa resposta aos broncodilatadores, e a farmacoterapia empregada consiste na administração de agentes beta - agonistas ou anticolinérgicos inalatórios e corticóide intravenoso. A alternativa que contém apenas exemplos dos fármacos utilizados para o tratamento da asma em suas respectivas vias de administração é:

a) Salbutamol, brometo de ipratrópio e clobetasol
b) Salbutamol, brometo de ipratrópio e metilprednisolona
c) Salbutamol, brometo de ipratrópio e prednisona
d) Salbutamol, terbutalina e prednisona
e) Salbutamol, epinefrina e prednisona

Comentário: A questão já te direciona você para o que ela queria: que você aponte os agentes beta antagonistas, beta anticolinérgicos inalatórios e corticoide intravenoso. A alternativa que contém apenas exemplos desses fármacos que são usados no tratamento de asma é a alternativa b. O salbutamol é um agonista dos receptores adrenérgicos –2 e vai promover a broncodilatação; o brometo de ipratrópio é anticolinérgico inalatório e vai antagonizar a acetilcolina, que leva à broncoconstrição; e a metilprednisolona é um corticóide intravenoso, como a questão está sugerindo na sequência. 


Questão 07: Contemporaneamente, muito se publica sobre efeitos adversos de AINEs não seletivos e seletivos de COX-2. Quanto a esses eventos adversos, pode-se afirmar:

a) A decisão de iniciar tratamento com AINEs pode prescindir de avaliação individual do risco cardiovascular do paciente
b) A prevenção de úlceras gástricas e duodenais em usuários crônicos de AINEs sem possibilidade de suspendê-los pode ser obtida com inibidores da bomba de prótons (IBP) e antagonistas H2
c) A inibição da produção de prostanóides vasodilatadores pelos AINEs não é suficiente para comprometer o fluxo sanguíneo renall e exacerbar lesões isquêmicas
d) Após 30 semanas de gestação, o uso de AINEs é seguro e não apresenta eventos adversos ao feto
e) Pacientes em tratamento anti-hipertensivo com diuréticos de alça, antagonistas de receptores de angiotensina II (ARA-II) e inibidores da enzima de conversão da angiotensina (IECA) e betabloqueadores alfa podem receber AINEs, dado o baixo risco de interações medicamentosas

Comentário: É preciso entender a terapia. Os anti-inflamatórios inibidores da COX-2 estão relacionados a problemas cardiovasculares. Então, cada paciente precisa ser avaliado individualmente. Alternativa correta é a b, porque se previne úlceras gástricas em pacientes que precisam utilizar AINEs de maneira crônica com a combinação de fármacos que reduzem a quantidade de prótons, ou seja, tentam controlar o pH pra não ficar tão ácido. Orientações do Ministério da Saúde e da Organização Pan-Americana de Saúde estabelecem que a prevenção de úlceras gástricas e duodenais em usuários crônicos de AINEs sem possibilidade de suspendê-los pode ser obtida com misoprostol, inibidores da bomba de prótons (IBP) e doses duplas de antagonistas H2.


BAIXE O NOSSO APP E PREPARE-SE COM MAIS DE 100 MIL QUESTÕES GRATUITAS


Questão 08: Para pacientes hipertensos não responsivos a intervenções não medicamentosas e aqueles com pré-hipertensão e diabetes melito ou doença cardiovascular prévia, indica-se tratamento medicamentoso. O tratamento medicamentoso consiste no emprego de agentes anti-hipertensivos, entre eles os diuréticos, agonistas adrenérgicos, bloqueadores de canal de cálcio antagonistas do sistema renina angiostensina e vasodilatadores. Assinale a alternativa que contém um fármaco diurético azídico e um antagonista do sistema renina angiotensina, nessa ordem, respectivamente.

a) Metildopa e enalapril
b) Clortalidona e losartana
c) Metildopa e losartana
d) Losartana e hidralazina
e) Captopril e losartana

Comentário: A resposta correta é a letra b, porque a cortalidona é diurético tiazídico e a losartana é antagonista do receptor da angiotensina II.


Questão 9: Para a realização de determinado procedimento cirúrgico, um paciente recebeu os medicamentos a seguir:

  • Fentanil 5 mcg/kg endovenoso
  • Profol 3 mg/kg endovenoso
  • Atracurio 0,5 mg/kg endovenoso

Ao término do procedimento, para a reversão do bloqueio neuromuscular, foram administrados 1,5 mg (25 mcg/kg) IV de neostigmina + atropina 0,75 mg (12,5 mcg/kg) IV. 

Considerando as informações descritas, assinale a alternativa correta:

a) O atracúrio é um agente bloqueador neuromuscular, de longa duração
b) A atropina bloqueia os receptores muscarínicos e, consequentemente, reverte o bloqueio neuromuscular
c) A neostigmina, um agente colinérgico de ação indireta, atua de forma efetiva na reversão do bloqueio neuromuscular
d) A fentanila é um agonista colinérgico e demandaria a administração de naloxona ao término do procedimento
e) O propofol é um agente anestésico do grupo dos agonistas adrenérgicos a2, usado apenas para a sedação e indução da anestesia

Comentário: Quando se lê uma questão dessa, é recomendado que, para lembrar, você faça um esquema do mecanismo ao lado de cada um deles, para não se confundir. Por exemplo, a atropina bloqueia os receptores muscarínicos e só controla os receptores sob os efeitos da acetil-colina. Nessa questão, a alternativa correta é a letra c. A neostigmina é um agente anticolinesterásico de ação indireta que atua de forma efetiva na reversão do bloqueio neuromuscular, ao provocar a potencialização da transmissão colinérgica nas sinapses autônomas colinérgicas e na junção neuromuscular. A neostigmina reverte o bloqueio determinado por bloqueadores competitivos não-despolarizantes, controlando a paralisia respiratória que advém de alta dose desses agentes. 


Questão 10: O tratamento das intoxicações agudas deve ser realizado prontamente e visa prevenir a absorção ou aumentar a eliminação do agente. Qual alternativa racional é usada para impedir que agente toxicante atinja níveis tóxicos ou letais?

a) O vômito pode ser provocado pela administração de xarope de ipeca e não possui contraindicações
b) A lavagem gástrica imediata à administração do agente toxicante pode ser uma medida útil para impedir que o agente toxicante atinja níveis tóxicos ou letais e não possui contraindicações
c) O emprego da adosrção química pelo carvão ativado é útil, pois previne a absorção do agente toxicante
d) O mecanismo de ação dos antídotos é a ligação e complexação, consequentemente impedindo a absorção do agente toxicante
e) A alcalinação urinária pela administração endovenosa de solução de bicarbonato de sódio promove aceleração da eliminação de compsotos ácidos e básicos

Comentário: A alternativa mais correta é a letra c. O carvão ativado previne a absorção em excesso, devido a suas propriedades químicas e porosidade bastante
desenvolvida. Mas não quer dizer que ele impeça a absorção, porque o medicamento que estava no estômago continua sendo absorvido bem lentamente. Mas ele previne a absorção devido ao seu potencial de adsorção. 

 

Saiba como se preparar para provas de residência:

 

Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.
Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.