Logo Sanar

Carreiras

Confira 5 questões de Residência comentadas e saiba onde achar mais

5 questões comentadas de Fisioterapia

Quem é fisioterapeuta e quer passar em uma Residência certamente separa um tempo para resolver questões. Esse método comum de estudo é certeiro para entender quais assuntos você já tem domínio e quais precisa dedicar mais tempo na rotina. A preparação fica ainda mais potencializada quando a questão é comentada, pois dá para fazer uma breve revisão através dos comentários.

Para te auxiliar nesta tarefa, separamos neste artigo 5 questões de Fisioterapia comentadas. E, no fim deste artigo, te damos uma dica de como otimizar os estudos e uma forma de encontrar mais questões em um só lugar.

 

Questão 1

SESAB/BA, 2018

O Decreto nº 7.508, de 28 de junho de 2011, regulamenta a Lei nº 8.080/1990 no que tange à organização e ao planejamento do Sistema Único de Saúde (SUS), e à articulação interfederativa. De acordo com o Decreto 7.508/2011, é correto afirmar que:

a) Serviços Especiais de Acesso Aberto são serviços de atendimento inicial à saúde do usuário no SUS.

b) Comissões Intergestores são instâncias de pactuação consensual entre os entes federativos para definição das regras da gestão compartilhada do SUS.

c) Portas de Entrada consistem no conjunto de ações e serviços de saúde articulados em níveis de complexidade crescente, com a finalidade de garantir a integralidade da assistência à saúde.

d) Região de saúde consiste na descrição geográfica da distribuição de recursos humanos e de ações e serviços de saúde ofertados pelo SUS e pela iniciativa privada, considerando-se a capacidade instalada existente, os investimentos e o desempenho aferido a partir dos indicadores de saúde do sistema.

e) Mapa da saúde consiste no espaço geográfico contínuo constituído por agrupamentos de Municípios limítrofes, delimitado a partir de identidades culturais, econômicas e sociais e de redes de comunicação e infraestrutura de transportes compartilhados, com a finalidade de integrar a organização, o planejamento e a execução de ações e serviços de saúde.

 

Agora confira a resposta:

*

*

*

Alternativa A: INCORRETA. A alternativa pode confundir, visto que os serviços especiais são um dos componentes das portas de entrada às ações e aos serviços nas Redes de Atenção à Saúde. No entanto, a descrição corresponde ao conceito das portas de entrada do Sus, estas, são designadas como serviços de atendimento inicial à saúde do usuário. Os Serviços Especiais de Acesso Aberto são serviços de saúde específicos para o atendimento da pessoa que, em razão de agravo ou de situação laboral, necessita de atendimento especial1.

Alternativa B: CORRETA. Segundo o decreto supracitado as Comissões Intergestores são reconhecidas como foros de negociação e pactuação entre gestores quanto a organização e o funcionamento das ações e serviços de saúde integrados em redes de atenção à saúde, portanto compartilhando a gestão quanto aos aspectos operacionais. São representadas por comissões tripartite no âmbito da união, bipartite no âmbito do Estado, e a comissão de âmbito regional1.

Alternativa C: INCORRETA. O conceito de Portas de entrada está incorreto e foi citado no comentário da Alternativa A. O exposto no quesito C segundo o decreto solicitado corresponde a descrição de Rede de Atenção à Saúde1.

Alternativa D: INCORRETA. As Regiões de Saúde são espaços geográficos contínuos constituídos por agrupamentos de Municípios limítrofes, delimitado a partir de identidades culturais, econômicas e sociais e de redes de comunicação e infraestrutura de transportes compartilhados, com a finalidade de integrar a organização, o planejamento e a execução de ações e serviços de saúde; Serão instituídas pelo Estado, em articulação com os Municípios, respeitadas as diretrizes gerais pactuadas na Comissão Intergestores Tripartite. A descrição presente na alternativa D diz respeito ao Mapa De saúde1 .

Alternativa E: INCORRETA. Como citado acima, a alternativa E descreve as regiões de Saúde1.


Questão 2

UFPI COPESE, 2017

O fisioterapeuta desempenha relevante papel no processo de promoção do envelhecimento saudável. Constituem ações do fisioterapeuta no cuidado ao idoso, EXCETO:

a) Educação postural por meio de orientações e conscientização do idoso quanto à postura adequada.

b) Prevenção de quedas por meio de orientações.

c) Melhora do equilíbrio por meio de exercícios físicos que fortaleçam a musculatura de membros inferiores.

d) Prevenção do câncer de mama e diagnóstico precoce.

e) Manutenção da capacidade funcional por meio de ações que envolvam orientações e prática de exercícios físicos regulares.

 

Agora confira a resposta:

*

*

*

Alternativa A: CORRETA. O fisioterapeuta pode dar orientações posturais, que ajudam na conscientização e no tratamento do envelhecimento motor. Esta abordagem preventiva diminui o uso de medicamentos, melhora a capacidade funcional e a qualidade de vida do idoso2.

Alternativa B: CORRETA. A Fisioterapia ajuda os idosos a melhorar o equilíbrio, aprimorar a funcionalidade e superar suas limitações, podendo sugerir alterações em seus lares, para maior segurança e prevenção de quedas2,3.

Alternativa C: CORRETA. A força dos membros inferiores melhora a capacidade funcional na realização das atividades de vida diária o, do indivíduo e melhora também o equilíbrio. Logo, a manutenção da força sugere que os exercícios realizados foram eficazes3,4.

Alternativa D: INCORRETA. O diagnóstico de câncer de mama é estabelecido pelo médico. O fisioterapeuta define o diagnóstico fisioterapêutico, e, assim como os demais profissionais de saúde, pode dar orientações sobre como promover saúde e prevenir agravos2.

Alternativa E: CORRETA. As orientações fisioterapêuticas, sobre a prática de exercício físico regular, possibilitam a melhora ou manutenção da autonomia do idoso, assim como favorece a sua participação social4.


Questão 3

VUNESP – 2016

Um paciente recebeu um transplante de coração e apresentou dor pós-operatória. Sobre o uso de recursos de eletrotermofototerapia na modulação de dor, é correto afirmar que a corrente interferencial:

a) pode ser utilizada nessa região sem restrições.

b) pode ser utilizada em pacientes com marcapasso.

c) não deve ser utilizada nessa região.

d) deve utilizar apenas eletrodos metálicos.

e) pode provocar queimaduras químicas no paciente.

 

Agora confira a resposta:

*

*

*

Alternativa A: INCORRETA. Por motivos de prudência, não se deve aplicar eletroestimulação na região cardíaca, principalmente em pacientes com histórico de problemas cardíacos e pós-transplante5.

Alternativa B: INCORRETA. De maneira nenhuma aplicar corrente elétrica em cima de marcapasso para reduzir dor torácica5.

Alternativa C: CORRETA. Por precaução, a corrente interferencial não deve ser utilizada nesta região5.

Alternativa D: INCORRETA. Para este tipo de corrente, comumente são utilizados eletrodos de carbono5.

Alternativa E: INCORRETA. Correntes de média frequência e alternadas apresentam menor risco de desenvolver queimaduras químicas5.


Questão 4

CESPE – 2017

A respeito da fisiologia cardiopulmonar, julgue os itens subsecutivos.

I. Durante uma expiração normal e calma, o diafragma realiza contração excêntrica levando a uma transição mais suave entre a inspiração e a expiração.

II. A realização de exercícios por pacientes portadores de insuficiência cardíaca pode não só incrementar o sistema de transporte de oxigênio no corpo, mas, principalmente, tornar mais eficientes a captação desse elemento químico e a sua utilização nos músculos esqueléticos para a produção de energia.

III. A produção de uma tosse eficaz associa-se apenas a uma boa capacidade de contração dos músculos inspiratórios –- que irão aumentar o volume inspirado até cerca de 80% da capacidade pulmonar total –- e aos músculos expiratórios –- que se contrairão vigorosamente para expulsar de modo eficaz o volume gerado durante a inspiração.

IV. Em uma respiração normal, antes que ocorra a contração dos músculos inspiratórios, os músculos da laringe se contraem e permanecem contraídos durante toda a inspiração para manter a estabilidade e a permeabilidade das vias aéreas superiores.

V. Na posição supina, o diafragma contribui em maior proporção para a respiração em repouso do que na posição sentada.

VI. Os músculos escalenos são considerados acessórios da respiração.

 

Agora confira a resposta:

*

*

*

Afirmativa I: INCORRETA. Durante expiração normal, o diafragma relaxa e há o recuo elástico dos pulmões, parede torácica e estruturas abdominais, que comprimem os pulmões e expelem o ar6.

Afirmativa II: CORRETA. A reabilitação cardíaca inclui a realização de exercícios, visando melhorar o condicionamento cardiorrespiratório, aumentar o consumo de O2, melhorar o controle e a distribuição do fluxo sanguíneo para os membros6.

Afirmativa III: INCORRETA. A tosse é dividida em 3 fases: fase inspiratória – inspiração profunda a partir da contração dos músculos inspiratórios (quanto maior esta fase, maior a eficácia da tosse); fase compressiva – fechamento da glote e aumento da pressão intratorácica; fase explosiva – abertura da glote, provocando alto fluxo expiratório6.

Afirmativa IV: INCORRETA. Os músculos da laringe só contraem ou relaxem durante a fonação para emitir sons agudos ou graves. Durante a respiração normal, as pregas vocais, elementos constituintes da laringe, estão abertas amplamente para facilitar a passagem de ar6.

Afirmativa V: INCORRETA. Na posição supina as vísceras abdominais empurram o diafragma no sentido cranial, favorecendo a expiração, e, consequentemente, aumentando a carga de trabalho do diafragma e limitando a expansibilidade da caixa torácica6.

Afirmativa VI: CORRETA. Os músculos escalenos ajudam na inspiração forçada ou durante exercícios vigorosos, elevando as duas primeiras costelas. Já que os principais músculos inspiratórios são o diafragma e os intercostais externos, os escalenos atuam como músculos acessórios6.


Questão 5

UFG – 2017

Devido aos efeitos cumulativos do envelhecimento, como fadiga, redução das informações sensoriais, medo de cair e processos patológicos associados, muitos idosos entram no ciclo vicioso de desuso e perda de função. A essa redução gradual do nível de atividade dá-se o nome de:

a) demência.

b) senescência.

c) hipocinética.

d) esclerose.

 

Agora confira a resposta:

*

*

*

Alternativa A: INCORRETA. A demência diz respeito a alterações neurológicas que levam ao comprometimento gradual da capacidade de raciocínio e memorização, interferindo no convívio social e familiar. O Alzheimer é a forma mais comum de demência7.

Alternativa B: CORRETA. O processo natural de envelhecimento faz com que os indivíduos experenciem diversas alterações anatômicas, funcionais e psicológicas, que acabam comprometendo a sua capacidade global. Isto inclui a redução de atividade por medo de quedas7.

Alternativa C: INCORRETA. Hipocinética é a redução de movimento corporal e falta de exercícios físicos7.

Alternativa D: INCORRETA. Esclerose é uma doença neurológica que é decorrente do aumento patológico de tecido conjuntivo em um órgão. Esclerose múltipla e esclerose lateral amiotrófica são exemplos de doenças escleróticas7.


Como foi a sua performance? Conseguiu acertar todas?

A gente sabe que, muitas vezes, quem estuda para Residência tem uma grande dificuldade de encontrar questões específicas para este tipo de prova. Porém, resolver provas anteriores é essencial, como você já sabe. Queremos, então, te dar uma dica que certamente vai te ajudar muito na sua jornada rumo à aprovação – não esquece de indicar também para o amigo!

Se você ainda não conhece, baixe agora o aplicativo da Sanar Saúde! São mais de 100 mil questões gabaritadas da área de Saúde inteiramente GRATUITAS para você se preparar para as provas de Residência e Concurso! E melhor: dá para filtrar por profissão, disciplina ou assunto. No app, você ainda encontra milhares de questões comentadas pelos nossos professores.

 

Matérias relacionadas

 

REFERÊNCIAS

1. BRASIL. DECRETO Nº 7.508, DE 28 DE JUNHO DE 2011. Regulamenta a Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990, para dispor sobre a organização do Sistema Único de Saúde - SUS, o planejamento da saúde, a assistência à saúde e a articulação interfederativa, e dá outras providências, Brasília,DF, jun 2011. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/decreto/d7508.htm>Acesso em: 18 jun. 2019.

2. ACIOLE, G. G.; BATISTA, H. L. Promoção da saúde e prevenção de incapacidades funcionais dos idosos na estratégia de saúde da família: a contribuição da fisioterapia. Rio de Janeiro, v. 37, n. 96, jan./mar. 2013.

3. BENTO, P. C. B; RODACKI, A. L. F; HOMANN, D. LEITE, N. Exercícios físicos e redução de quedas em idosos: uma revisão sistemática. Rev Bras Cineantropom Desempenho Hum. V 12, n. 6, p. 471-8, 2010.

4. FIDELIS, L. T.; PATRIZZI, J. et al. Influência da prática de exercícios físicos sobre a flexibilidade, força muscular manual e mobilidade funcional em idosos. Rev. Bras. Geriatria e Gerontologia, Rio de Janeiro, São Paulo, 2013.

5. KITCHEN S. Eletroterapia: Prática baseada em evidências. 11 ed. São Paulo: Editora Manole; 2003.

6. Guyton A. C, Hall J. E. Tratado de fisiologia médica. 11 ed. Rio de Janeiro: Editora Elsevier; 2006.

7 Nitrini R. A. Neurologia que todo médico deve saber. São Paulo: Ed Atheneu; 2003

Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.