Logo Sanar

Carreiras

Abriu o edital e agora? 6 questões que todo fisioterapeuta deve considerar antes de escolher a sua residência.

duvida 2.jpg (47 KB)

Escolher a residência multiprofissional é um assunto que preocupa qualquer estudante da área de saúde. Para ajudar, listamos 6 questões que todo formado deve considerar antes de escolher a sua residência!

Perfil do paciente 

O perfil dos pacientes muda conforme a área de concentração, enquanto pacientes idosos são mais resignados e tendem a aceitar com mais parcimônia as condutas, os pacientes com perfil pós-operatório são mais exigentes e muitas vezes recusam atendimento, pelo quadro álgico agudo que o quadro apresenta. Em pacientes pediátricos, pais e mães são ansiosos no trato dos seus filhos. Pense em qual prognóstico, quadro funcional e biopsicossocial você irá trabalhar.

paciente.gif (199 KB)

 

Onde quero morar pelos próximos 2 anos?

Muitas residências oferecem a possibilidade e exercê-la em interiores do estado com uma população reduzida, normalmente são as áreas de Saúde da Família ou Saúde Coletiva. Com uma concorrência menor e consequentemente menores exigências na comparação de títulos. Porém, cabe a reflexão quanto aos prós e contras de morar distante de grandes centros urbanos (família, lazer, saúde mental, etc). Então pense bem em que tipo de cidade você quer morar antes de decidir.

 

O que gosto de estudar

Embora a maioria dos estudantes escolha a especialidade baseada nesta variável, essa pode ser uma das mais traiçoeiras. O que você gosta de estudar não necessariamente tem a ver com seu dia-a-dia profissional (gosto de DPOC, logo gosto de ser fisioterapeuta pneumofuncional? Não necessariamente!).

Nós gostamos de estudar o que mais entendemos e consequentemente passamos a nos dedicar mais aquela disciplina. Mas lembre-se que embora você deva gostar de estudar sobre sua especialidade, o mais importante é você se identificar com a rotina da mesma.

bob esponja estudo.gif (280 KB)

 

A rotina da especialidade

Se você quer fazer residência em Terapia Intensiva, tenha em mente que passará anos da sua vida em um ambiente fechado em regime de plantão. Se gosta mais de NASF que tal Saúde Coletiva, por exemplo? O que prefiro? Flexibilidade de horários? Agendas marcadas?

 

O peso que a instituição tem na especialidade

Algumas especialidades precisam ser estudadas em grandes centros (ex: Ortotrauma), outras podem ser estudadas em instituições menores (ex: Saúde coletiva). Qual estrutura essa instituição precisa ter para oferecer uma boa Residência? A preceptoria é presente e bem conceituada? Desenvolvem-se pesquisas de qualidade?

Alguns colegas decidiram, por exemplo, uma especialidade menos concorrida numa instituição de primeira linha em detrimento de especialidades concorridas em instituições de qualidade duvidosa, por isso, esta é uma ideia a ser considerada.

Pós-graduação x Residência Multiprofissional

A escolha pela residência, além de exigir dedicação exclusiva, é composta por treinamentos em serviço que, através da vivência prática associada a atividades teóricas, te proporciona grande aprendizado profissional. Uma vez que o currículo de Fisioterapia é formado, quase que em sua totalidade, por aulas teóricas, é representativa a carência de experiência prática dos profissionais antes de assumir

seus primeiros empregos. Além de claro, oferecer uma bolsa de R$ 3.330,43

 

É clichê, mas o melhor conselho que eu tenho para te dar é o seguinte: faça a escolha daquilo que te fará feliz, pois esse sim é o melhor caminho para o sucesso. Confia!

fif animado final.gif (36 KB)

Agora que você já sabe um pouco mais sobre qual residência escolher, que tal começar os estudos?

Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.
Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.