Logo Sanar

Notícias

Anticoncepcional masculino pode ser lançado após 30 anos de estudos

a-anticoncepcional-masculino.jpg (52 KB)O O primeiro anticoncepcional masculino pode ser lançado após 30 anos de estudos. As pesquisas do fármaco RISUG (Inibição Reversível do Esperma Sob Controle) têm sido conduzidas por um grupo de cientistas indianos, que aguardam autorização do Controlador Geral de Remédios Indianos. O órgão governamental é responsável por regular os fármacos autorizados no país, semelhante à nossa Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

O RISUG é uma alternativa à vasectomia, método cirúrgico irreversível que impede o homem de ter filhos a partir do corte dos canais deferentes. É por esse caminho que os espermatozoides são conduzidos dos testículos ao pênis.

Em fevereiro de 2020, os pesquisadores publicaram um artigo científico no qual declararam estar em realização dos testes clínicos de fase III, com maior número de voluntários para avaliar a segurança e a eficácia do RISUG. Os resultados obtidos na fase anterior em amostra menor mostraram que o RISUG é eficaz e seguro.

Como age o RISUG

O RISUG é um copolímero de estireno e anidrido maleico, injetável, que promete anticoncepção de longo prazo. O anticoncepcional masculino cria uma barreira física e química para evitar que os espermatozoides cheguem aos ovócitos, células que dão origem aos óvulos.

O polímero é injetado no canal deferente pela sem a necessidade de cirurgia. Dentro de 72 horas após a injeção, o RISUG forma precipitados energizados com lúmen, que criam um ambiente ácido com cargas positivas. Ao passarem pelos canais deferentes, os espermatozoides sofrem estresse iônico e de pH e danos que os tornam incapazes de fertilizar os ovócitos.

Essa técnica já foi demonstrada com sucesso em macacos langur, em ratos e coelhos, bem como em um grupo de voluntários humanos. Inclusive, o acompanhamento de longo prazo com os voluntários durante os ensaios clínicos de fase II mostrou que esse método é eficaz e seguro.

Entre as vantagens do anticoncepcional masculino RISUG estão:

  • Ausência de espermatozoides nas ejaculações em pelo menos 12 semanas após o procedimento;
  • Funcionalidade inativa dos espermatozoides encontrados nas ejaculações;
  • Reversibilidade do procedimento sem afetar a integridade celular nos testes realizados em animais;
  • Pacientes podem deixar hospital imediatamente após uma injeção, sem prejuízo da vida sexual por mais de uma semana;
  • Efeito com duração de pelo menos dez anos;
  • Efeito antibacteriano e antiviral.

Matérias relacionadas

Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.
Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.