Logo Sanar

Carreiras

Os assuntos que mais caem nas provas de Odontologia

assuntos-provas-odontologia
O primeiro passo para passar num concurso é entender que existem diferentes tipos de conteúdos em Odontologia que podem ser cobrados nas provas. Se você está se preparando para provas de concurso para Odontologia, deve saber que estudar os Conhecimentos Gerais é fundamental para seu desempenho no exame. Porém, além disso, estudar os Conhecimentos Específicos é o que pode fazer você ser aprovado na vaga que está concorrendo.

Existem as questões que abordam conhecimentos gerais, assim como há aqueles conteúdos que abordam temas mais restritos. Em relação aos conhecimentos gerais, são aspectos que costumam cair comumente em todos os tipos de prova de concurso, desde os destinados à área clínica, até aqueles voltados à diferentes especialidades, representando a maior parte dos conteúdos cobrados. Entretanto, tais provas cobram também conteúdos apresentados de forma mais restrita, que são designados a um determinado cargo ou especialidade específica.

Normalmente, os concursos de Odontologia não disponibilizam muitas vagas, sendo assim, bastante disputados. Por isso, é preciso investir tempo em um estudo direcionado, focado nas matérias mais cobradas durante as provas específicas.


Em Conhecimentos Gerais, as provas são divididas em:
  • Língua Portuguesa.
  • Matemática.
  • Raciocínio Lógico.
  • Noções de Informática.
  • Atualidades.

Já em Conhecimentos Específicos, as provas abrangem os conteúdos específicos de uma maneira geral:
  • Periodontia.
    - Doenças e condições periodontais
  • Farmacologia e Anestesiologia.
    - Medicamentos
    - Técnicas de anestesia regional em Odontologia
    - Complicações locais e sistêmicas
  • Reabilitação Oral e Oclusão.
    - Anatomia funcional
    - Etiologia dos distúrbios funcionais do sistema mastigatório
    - Tratamento dos distúrbios funcionais do sistema mastigatório
    - Terapia oclusal
  • Radiologia Odontológica e Imaginologia.
  • Materiais Dentários.
  • Dentística
    - Diagnóstico da doença cárie
    - Proteção do complexodentino-pulpar
    - Cimento de ionômero de vidro
    - Sistemas adesivos
    - Resinas Compostas
  • Estomatologia e Semiologia Oral.
    - Lesões fundamentais
    - Métodos de diagnóstico
    - Biossegurança
    - Alteração de cor da mucosa bucal e dos dentes
    - Lesões vesicobolhosas
    - Lesões erosivas e ulcerativas da mucosa bucal
    - Crescimentos teciduais
    - Lesões ósseas
    - Tratamento de manifestações estomatológicas antes, durante e depois quimioterapia e radioterapia
    - Terapia medicamentosa de doenças estomatológicas
  • Endodontia.
    - Aspectos endodônticos da cavidade pulpar
    - Diagnóstico das alterações pulpares e periapicais
    - Acesso endodôntico
    - Comprimento de trabalho
    - Instrumentos
    - Substâncias químicas auxiliares
    - Medicação intracanal
    - Tratamento das alterações pulpares e periapicais
    - Obturação dos canais
  • Microbiologia Oral e Cariologia.
    - Patogênese das lesões cariosas
    - Classificação clínica das lesões cariosas
    - Lesões cariosas nas faces oclusais
    - Lesões cariosas nas faces proximais
    - Exame clínico e tratamento
  • Cirurgia Oral.
    - Traumatologia
    - Cirurgia Oral Menor
  • Anatomia de Cabeça e Pescoço.
- Anatomia osteoarticular
- Miologia
- Vascularização e invervação
- Anatomia da boca e anexos
- Dentes decíduos e permanentes
  • Ortodontia
  • Legislação Aplicada ao SUS.
  • Odontopediatria.
  • Saúde Pública e Epidemiologia.
 
Para facilitar seus estudos, é importante conhecer quais são as bancas organizadoras que serão responsáveis pelo concurso que você tanto quer, e saber de que forma você será cobrado!
Para isso, listamos as bancas mais importantes e de que forma trabalham:


Cespe/Cebraspe
A banca Cespe/Cebraspe é considerada difícil, pois uma resposta errada, anula uma resposta correta. Ou seja, se você acertou duas questões, mas errou duas, sua pontuação é quase nula. Sendo assim, o candidato deve estar extremamente preparado e com um excelente domínio sobre o assunto cobrado.

AOCP
É considerada uma banca que possui uma condição de exigência entre baixa e moderada, com enunciados e textos mais simples. Suas provas são, em geral, de múltipla escolha, sendo elas composta por cinco alternativas em cada questão). E, eventualmente, podem haver também elaboração de textos. As questões dessa banca cobram frequentemente, os conteúdos de forma bastante literal, assim, esse aspecto é favorável aos candidatos que dispõe de uma boa memorização.
 
Idecan
A principal característica dessa banca é seu estilo direto de desenvolver a prova, com enunciados curtos e respostas mais elaboradas, que levam o candidato à ser cuidadoso com os mínimos detalhes.
 
Consulplan
A banca Consulplan é, normalmente, considerada fácil. E, é designada desta forma porque, apesar de o nível das questões não obter um alto grau de dificuldade, o conteúdo, além de extenso, é cobrado de maneira completa em todas as disciplinas. Esta banca, comumente compõe suas provas por enunciados simples, com perguntas objetivas, em questões de múltipla escolha (com cinco alternativas cada).



Vunesp
É uma banca acessível, mas vem evoluindo em conteúdo e grau de exigência nos últimos anos. Suas provas costumam ser compostas por questões de múltipla escolha, com cinco alternativas, normalmente, o enunciado solicita que o candidato marque a resposta correta ou a incorreta.
 
Cesgranrio
A Cesgranrio é considerada uma banca examinadora com grau de dificuldade mediano. Além disso, a Cesgranrio distribui as matérias solicitadas no edital de uma forma bem uniforme entre o decorrer da prova e, sendo assim, todo o conteúdo é cobrado. Portanto, o candidato deve se dedicar de forma que possa realizar sua preparação de forma bem ampla.
 
FGV – Fundação Getúlio Vargas
A Fundação Getúlio Vargas (FGV) é considerada uma das bancas examinadoras mais difíceis do país, com um alto grau de exigência em todas as disciplinas.
 

As principais atribuições de um dentista na carreira pública são o acompanhamento e a execução de atendimentos, procedimentos e exames odontológicos, de maneira eletiva ou em urgências. Além disso, pode ficar a cargo da elaboração de campanhas, ações e materiais educativos referentes à saúde bucal. No caso de concursos de Odontologia do Exército, Marinha ou Forças Armadas, o aprovado precisará também cumprir deveres militares.
 
Por conta disso, vale à pena lembrar que concursos de órgãos militares, por exemplo, exigem também a realização do TAF (Teste de Aptidão Física), com corrida, exercícios de solo e barra (em alguns casos, natação).
No geral, esses concursos solicitam ao candidato:
  • Exercícios em barra fixa (tempo e número variados).
  • Exercícios de flexão abdominal (tempo e número variados).
  • Corrida (normalmente 12 minutos em 2.400 metros).
  • Natação (de 25 a 50 metros, em cerca de 1 minuto).
 
Além disso, é importante sinalizar que em alguns concursos, o Teste de Aptidão Física aplicado para homens é um pouco diferente do aplicado para as mulheres. E que se uma mulher estiver grávida no dia da prova, precisa apresentar um atestado médico para que possa realizar o TAF até 120 dias após o parto ou fim da gestação.

Sem dúvidas, a preparação é essencial e a parte mais importante durante a trajetória até a aprovação em um concurso público. É necessário dedicar uma boa parte do seu tempo aos estudos, sabendo organizá-lo para resolver questões e simulados, que o tornaram ainda mais capacitado. Com todo o seu esforço e um material adequado, sua aprovação é garantida!

 
Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.