Logo Sanar

Carreiras

Lado bom de 2020: As notícias que nos ajudaram a ficar firmes em um ano tão desafiador!

1-boas-noticias-2020.jpg (426 KB)

O ano de 2020 foi desafiador em vários níveis, para todos nós, isso é indiscutível. A pandemia do novo coronavírus tomou conta de toda a nossa atenção, dada a gravidade da doença, a quantidade de pessoas infectadas e aquelas que não resistiram às complicações da Covid-19.

Para além das lições que esse ano nos ensinou, também aconteceram coisas boas ao longo desse 2020. São do tipo que dão uma aquecida no coração e renovam a pontinha de esperança que nos move, sabe?! 

Alguns muitos avanços na ciência, outras iniciativas com foco no coletivo e em populações com baixa renda, momentos históricos... Bom, reunimos parte dessas boas notícias nesse post porque, se tem algo que aprendemos neste ano é a reconhecer e celebrar quando algo bom acontece!


CONHEÇA A JORNADA DE ATUALIZAÇÃO E LEVE SUA CARREIRA MAIS LONGE!


 

Sequenciamento do genoma do novo coronavírus

As cientistas brasileiras Jaqueline de Jesus e Ester Sabino sequenciaram o genoma do novo coronavírus em apenas 48 horas. O estudo conduzido ao lado de pesquisadores do Instituto Adolfo Lutz (IAL), da Universidade de Oxford e do Instituto de Medicina Tropical da Universidade de São Paulo (IMT-USP), foi fundamental para o desenvolvimento de vacinas e testes diagnósticos da Covid-19.

O sequenciamento permitiu conhecer as diferenças do vírus em circulação no Brasil com relação ao que foi identificado em Wuhan, epicentro da epidemia na China. As análises apontaram que o genoma do coronavírus encontrado no nosso país se aproxima das amostras observadas na Alemanha no final de janeiro. A pesquisa foi divulgada no fórum de discussão Virological.org. 

 

Desenvolvimento de vacinas contra Covid-19

Se começamos 2020 sem perspectivas de como poderíamos lidar com o novo coronavírus, terminamos o ano com algumas vacinas já em fase final de teste ou aprovadas para uso da população, como é o caso do imunizante produzido pela Pfizer e BioNTech. A produção recorde de vacinas é um dos alentos que tivemos em um ano tão desafiador.

A revista Science, inclusive, elegeu as vacinas contra a Covid-19 como as descobertas científicas do ano. É um reconhecimento ao esforço coletivo de pesquisadores, laboratórios, profissionais de saúde, epidemiologistas, institutos de saúde pública e governos. O destaque ficou para não apenas o tempo recorde de produção das vacinas, mas também para o ineditismo de tecnologias usadas nesse desenvolvimento, como o RNA.

O bom disso é que a rapidez com que chegamos a esses resultados não interfere na segurança dos imunizantes. Isso porque é preciso ter uma eficácia mínima para haver a liberação das vacinas, o que tem sido alcançado. Também é levado em conta que esses estudos existem antes mesmo da disseminação do novo coronavírus, a partir de outros imunizantes, como a vacina para o MERS-CoV, identificado em 2012, e o SARS-CoV, identificado em 2003. 

 

Absorvente biodegradável

A universitária Rafaella de Bona Gonçalves desenvolveu um absorvente biodegradável feito a partir de casca de banana para moradoras de rua. A iniciativa rendeu à estudante o prêmio alemão "iF Design Talent Award" do ano passado, sendo ela a única brasileira a receber a premiação.

O projeto teve como base o primeiro dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas, de erradicação da pobreza. O absorvente interno biodegradável vem no formato de rolo, como um papel higiênico, e a própria mulher destaca a parte que vai usar e a enrola, formando um absorvente interno. 

A ideia do absorvente com fibra de banana considerou a situação das mulheres em situação de rua, que não costumam ter acesso a banheiro ou a água potável.

 

Livre do HIV

Um brasileiro diagnosticado com HIV desde 2012 foi considerado livre do vírus apenas com uso de medicamentos. O homem de 34 anos foi tratado com três medicamentos do coquetel antirretroviral, outras duas substâncias e um suplemento vitamínico, teve a carga viral zerada um ano após a terapia combinada. Cerca de dezessete meses depois, não houve sinais da infecção.

O resultado faz parte de um estudo com 30 pacientes soropositivos, chamado de prova do conceito, devido à pequena escala. A primeira fase durou 48 semanas. Uma nova etapa da pesquisa deverá ser realizada com mais 30 pacientes. 

O quarto caso no mundo de cura do HIV foi conduzido por pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e apresentado na 23ª Conferência Internacional de Aids. Os três casos anteriores, de pacientes em Londres, Berlim e Düsseldorf, tinham como método o transplante de células-tronco - considerado mais caro e invasivo. 

 

Reino Unido para de financiar iniciativas não sustentáveis

Tradicional liderança em mudanças climáticas, o Reino Unido anunciou que vai parar de financiar projetos não sustentáveis, como aqueles de exportação ou produção de petróleo, gás ou carvão. O primeiro-miministro Boris Johnson justificou a decisão dizendo que os líderes devem agir com ambição no que diz respeito às mudanças climáticas.

O anúncio foi feito em dezembro, durante reunião do Reino Unido, França e ONU sobre o clima. Cerca de 75 líderes mundiais participaram do encontro, que aconteceu cinco anos após assinatura do Acordo de Paris. O tratado reúne compromissos para redução da emissão de gases poluentes.

 

Doação de sangue por homens gays

Desde junho os hemocentros estão proibidos de restringir a doação de sangue por homens homossexuais, após o Supremo Tribunal Federal (STF) considerar a proibição inconstitucional. A decisão teve validade considerada imediata, mas foi apenas no dia 12 daquele mês que a Coordenação de Sangue e Hemoderivados do Ministério da Saúde determinou que todos os gestores de saúde dos estados derrubassem a restrição.

Com isso, a doação de sangue passa a ser autorizada independentemente da orientação sexual do doador. Os requisitos continuam sendo: ter entre 16 e 69 anos e pesar mais de 50kg; estar alimentado; evite alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação de sangue; se for após o almoço, aguardar 2 horas. Também é recomendado ter dormido por pelo menos seis horas nas 24 horas anteriores à doação; pessoas com idade entre 60 e 69 anos só poderão doar sangue se já tiverem doado antes; e menores de 18 anos precisam do consentimento formal dos responsáveis. 


CONHEÇA OS LIVROS DA SANAR E COMO ELES VÃO TE AJUDAR A REALIZAR SEUS SONHOS!


Mulher negra no poder

Os Estados Unidos elegeram a primeira mulher vice-presidente, que é também a primeira mulher negra neste cargo. Kamala Harris disputou as eleições deste ano na chapa de Joe Biden, apoiando mudanças em práticas policiais e desconstrução do racismo estrutural no país - àquela época, os EUA enfrentavam a forte onda do "Black Lives Matter", movimento que denunciava a opressão policial contra pessoas negras. 

Eleita aos 56 anos, filha de mãe indiana-americana e pai jamaicano, a senadora democrata pelo estado da Califórnia estudou em Howard e na Universidade de Califórnia, antes de iniciar sua carreira na Promotoria do condado de Alameda. Em 2003, se tornou promotora-chefe em San Francisco e posteriormente foi eleita a primeira mulher negra procuradora-geral da Califórnia

 

Cuscuz é declarado Patrimônio Imaterial da Humanidade

Já no finalzinho do ano, um reconhecimento legítimo para quem tanto faz pelos brasileiros: a Unesco declarou o cuscuz Patrimônio Imaterial da Humanidade! A decisão foi anunciada em 16 de dezembro, pelo Comitê de Patrimônio da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e a Cultura.

O reconhecimento da patente do cuscuz é resultado de requisição feita conjuntamente por Argélia, Marrocos, Mauritânia e Tunísia. Os países argumentaram que o cuscuz é mais que um prato. Na verdade: "[...] é um momento, memórias, tradições, gestos que se transmitem de geração em geração".
 

Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.
Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.