Todas as Áreas

Carreiras

10 dicas de ouro para ser aprovado em qualquer residência | Colunista

10 dicas de ouro para ser aprovado em qualquer residência | Colunista

Existem algumas dicas que mostrarei para vocês para ajudá-los a vencer a concorrência e conquistar a tão sonhada vaga e finalmente ser “O RESIDENTE”.

Quando concluí o curso de Enfermagem, optei por fazer residência não só pela oportunidade de fazer uma pós-graduação e receber uma bolsa, e sim, para uma melhor preparação para o mercado de trabalho.

A residência é uma especialização 80% prática, então é possível adquirir habilidades e aperfeiçoar a prática de procedimentos de enfermagem, os quais foram pouco executados ou até mesmo não executados durante a época de estágio da graduação.

Além disso, o residente tem a oportunidade participar ativamente de uma equipe multiprofissional e conhecer a atuação de outros profissionais, como fonoaudiólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e etc. Diante disso, ele se torna mais seguro para assumir qualquer emprego após a residência.

Então diante das inúmeras vantagens que a residência proporciona, comecei a estudar! Diferente de muitos colegas, eu não paguei por nenhum cursinho de enfermagem, criei o meu próprio cronograma, estudei do meu jeito e consegui ser aprovada com a classificação de primeiro lugar em duas residências no meu estado. Minha nota de pontuação de currículo era bem baixa, então o jeito foi me dedicar bastante para a prova! Vamos para as dicas?

  1. Acredite em você! Pare de pessimismo e determine coisas boas em sua vida. Você não é menor que ninguém. Seja você a sua maior concorrência! Melhore a cada dia. Tenha interesse em aprender.
     
  2. Leia com carinho o edital! Leia ainda com mais atenção a parte que consta os programas das provas e a parte de análise do currículo, que trata sobre o que é pontuado, o valor dos pontos e etc.

    Mais importante é que você não espere o edital sair para você ver o que precisa estudar! Comece a estudar pelo edital anterior, normalmente nessas provas de residência, o programa da prova muda muito pouco, então você terá vantagem se começar a estudar antes.
     

  3. Estude exatamente o que consta no programa da prova! Elabore um cronograma que conste exatamente todos os conteúdos presentes nesse programa.
     
  4. Conheça muitíssimo bem a banca que vai elaborar a prova!

    Só é possível conhecer a banca através de outras provas elaboradas pela mesma. Então faça download das provas anteriores de residência elaboradas pela banca (se possível, mínimo de 3 provas) e leia cada questão e anote em uma folha o tema central cobrado em cada questão. Ao terminar de ler todas as questões, verifique através de suas anotações, qual foi o tema mais cobrado/ repetido para que você tenha nele um foco maior ao estudar.

    Por exemplo, tem banca que o perfil de cobrança maior é em relação às doenças prevalentes na atenção básica (diabetes, hipertensão), pré-natal de baixo risco e etc.
     

  5. Estude com disciplina e foco! Vai ser necessário abrir mão de algumas coisas. Xô preguiça! Estabeleça quantas horas/dia e dias/por semana você vai estudar e cumpra a meta! Elabore um cronograma organizado que conste também tempo para revisão do conteúdo. Normalmente as provas para residência, possuem como conteúdo saúde pública e conhecimentos específicos (Enfermagem). Eu achei melhor começar a estudar saúde pública e depois conhecimentos específicos e revisei também na mesma sequência.

    As questões de conhecimento específico possuem peso maior, então vale a pena estudá-las por último em razão da memorização.
     

  6. Diminua o uso das redes sociais!

    Nada de ficar horas no instagram, twitter, facebook, whatsapp e etc. Você tem metas, lembra? Estabeleça um horário para uso, que não atrapalhará seus estudos.
     

  7. Faça anotações, resumos, mapas mentais. Seja aliado forte de cores e figuras e recursos mnemônicos!

    Elabore várias aulas com conteúdo importante, utilizando figuras e cores fortes para fazer com que o seu cérebro registre as informações. O recurso mnemônico é outra técnica bastante eficaz no qual você cria frases para memorizar fórmulas, conceitos ou listas.
     

  8. Grude Post-it com pequenas informações importantes no guarda-roupa, paredes e na porta do seu quarto!
    Vai trocar de roupa, leia as informações! Fechou a porta, leia! Passou pelo quarto, leia! Acordou, leia! Vai dormir, leia! Gente, isso funciona muito!
     
  9. Após terminar um conteúdo, faça muitas questões.

    Aconselho a fazer questões anteriores elaboradas somente pela banca escolhida, pois se você for fazer questões de outra banca, pode às vezes atrapalhar, pois o estilo muda bastante.
     

  10. Trabalhe em cima dos erros!
    Verifique quais questões você errou e estude de maneira mais reforçada o tema cobrado nessas questões.

Boa sorte! Passei as minhas dicas. Agora é com você! Até a próxima!

Matérias relacionadas:

Referências bibliográficas

FERNANDES, WAGNER. 16 Melhores Técnicas e Métodos de Estudo para Concursos Públicos. Próximos Concursos, 2019. Disponível em: <https://www.proximosconcursos.com/tecnicas-e-metodos-de-estudo-para-
concursos/>. Acesso em: 06 de agosto de 2020.

ESTÁCIO. Técnicas de estudo: separamos 10 opções para aumentar sua performance. Blog Estácio, 2020. Disponível em: <https://blog.estacio.br/tecnicas-de-estudo/>. Acesso em: 06 de agosto de 2020.

Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.
Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.