Todas as Áreas

Carreiras

O enfermeiro (a) e a sua empresa: como trilhar esse caminho?! | Colunista

O enfermeiro (a) e a sua empresa: como trilhar esse caminho?! | Colunista

“Por mais que a formação da Enfermagem seja ampla e favoreça o empreendedorismo, existem habilidades e conhecimentos relativos ao mundo dos negócios que precisam ser adquiridos por meio de formação complementar” 1 . Devido a essa formação ampla, torna-se natural que muitos desses profissionais abram seu consultório ou seu próprio negócio na área da saúde, porém esse caminho precisa ser planejado para minimizar futuros erros.

“O caminho do empreendedorismo aparenta ser difícil de ser trilhado, mas é um caminho que recompensa quem tem visão de mercado, seguindo recomendações que serão a base desse negócio”. 2 A primeira delas é ter capital de giro suficiente para que a empresa funcione, sem depender de lucro, por um período de 18 a 24 meses, pelo menos. Esse é o tempo médio que um empreendimento leva para se tornar sustentável financeiramente.

A outra recomendação é incluir o valor dos impostos no planejamento, podendo haver uma grande variação, dependendo do ramo de investimento ou especialidade que enfermeiro deseja explorar, este é um dos momentos de maior cautela, o financeiro. “Segundo, Fiorentini, alguns ramos de atuação podem optar pelo Sistema Simples Nacional, com taxa de 4,5% a 17% do faturamento anual. Já aqueles obrigados a optar pelo sistema de lucro presumido, normalmente pagam em impostos de 15% a 18% do faturamento anual 2

As características pessoais do empreendedor como perfil/comportamento/atitude são de extrema importância, sendo assim, acreditar no seu produto ou no serviço que será ofertado podem ser a principal, mas vai depender
da expertise do enfermeiro (a) em gerenciar com esse novo olhar. “Outras características, como: iniciativa, perseverança, capacidade e planejamento, liderança, eficiência e buscar constantemente a qualidade, sempre preocupado com o usuário do produto ou serviço, e, por fim, ter bom relacionamento interpessoal 3 ”.

O enfermeiro também precisa verificar a legislação, com enfoque nas principais leis: a Lei que regulamenta a profissão 7.498/86; Decreto 94.406/87; a legislação sobre a especialidade a ser praticada; e a Resolução do Cofen 606/2019, que regulamenta o funcionamento dos consultórios ou estabelecimentos de saúde com ênfase no cuidado da enfermagem, além do registro obrigatório no Conselho, o alvará de funcionamento emitido pela Vigilância Sanitária também é um requisito. 4 Existe um leque grande de atividades que podem ser desenvolvidas nos consultórios, a exemplo de pré-natal, geriatria, curativos, educação em saúde.

Portanto, o empreender na enfermagem deve criar novos horizontes da profissão e incentivar novos espaços de atuação profissional, aumentando a oferta de cuidado para a sociedade, e empoderando o enfermeiro como um profissional autônomo. “Dessa forma, pontua-se a necessidade de novos estudos focalizando o empreendedorismo no contexto da gestão universitária, uma vez que o ensino tem o potencial de criar e difundir uma cultura empreendedora que pode se manifestar nas múltiplas dimensões do exercício profissional do enfermeiro 5 ”.

Matérias relacionadas:

Referências

1. ENFERMAGEM REVISTA. Ousar empreender: Estes profissionais da Enfermagem ousaram, empreenderam e hoje são exemplos de sucesso em suas áreas de atuação. EMPREENDER, Coren-SP, Brasil, Ago. 2020.
Disponível em: https://portal.coren-sp.gov.br/sites/default/files/58_empreendedorismo.pdf. Acessado em: 14 de Ago. 2020.

2. FIORENTINI, Sandra. SEBRAE-SP. In: Ousar empreender: Estes profissionais da Enfermagem ousaram, empreenderam e hoje são exemplos de sucesso em suas áreas de atuação. Brasil, Ago. 2020. Disponível em: https://portal.coren- sp.gov.br/sites/default/files/58_empreendedorismo.pdf. Acessado em: 14 de Ago. 2020.

3. POLAKIEWICZ, Rafael. O empreendedorismo na enfermagem: um novo espaço para o cuidado. Brasil: Dez. 2019. Disponível em: https://pebmed.com.br/o-empreendedorismo-na-enfermagem-um-novo-espaco-para-o-cuidado/. Acessado em: 14 de Ago. 2020.

4. COFEN. Empreendedorismo na Enfermagem é tema discussão em CBCENF. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/empreendedorismo-na-enfermagem-e-tema-discussao-em-cbcenf_75290.html. Acessado em: 14 de Ago. 2020.

5. COPPELI, Fernanda et al. Empreendedorismo na Enfermagem: revisão integrativa da literatura. Rev. Brasileira de Enfermagem. vol.72  supl.1 Brasília jan./fev. 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S003471672019000700289&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt. Acessado: 14 de Ago. 2020.

Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.
Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.