Todas as Áreas

Carreiras

Piso salarial e 30h semanais: devo apoiar a enfermagem nessa luta? | Colunista

Piso salarial e 30h semanais: devo apoiar a enfermagem nessa luta? | Colunista

Piso salarial e 30h semanais_ devo apoiar a enfermagem nessa luta_.jpg (55 KB)

O ano de 2020 foi definido pela Organização Mundial da Saúde – OMS – (2020) como o ano da Enfermagem, em virtude do bicentenário de Florence Nightingale, conhecida por trazer o panorama científico para o processo do cuidar, ocasionando então o surgimento da categoria Enfermagem. Essa iniciativa da OMS tem como objetivo sensibilizar a sociedade quanto ao impacto e a importância desses profissionais na cobertura universal de saúde (OPAS, 2020)

Até 2030, estima a entidade, o mundo precisará de uma série de investimentos para sanar o déficit de trabalhadores de saúde – somente nas Américas, essa defasagem chega a 800 mil profissionais (OPAS, 2020)

Além disso, a pandemia do novo coronavírus colocou em evidência a importância da enfermagem, historicamente negligenciada por muitos governantes. 

Considerando a necessidade global de profissionais de enfermagem, então por que a sociedade deve se posicionar a favor da aprovação de uma jornada de 30 horas semanais e do piso salarial para esses trabalhadores?

Enfermagem: quem são e o que fazem? 

A Enfermagem é uma categoria profissional que trabalha com as ações de cuidado voltadas para os indivíduos, famílias e coletividade (CELESTINO et al., 2020). É a maior categoria da área da saúde, constituída por enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares de enfermagem e parteiras. 

Majoritariamente feminina, os profissionais de enfermagem enfrentam rotineiramente longas jornadas 12, 24 ou até 36 horas ao realizarem emendas entre um plantão e outro, para complementar sua renda, visto que são muitas as diferenças salariais nas instituições empregadoras.

O Projeto de Lei 2997/2020, retoma e fortalece demandas históricas da categoria, pois a luta pela definição das 30 horas semanais e do piso salarial já é antiga.

Você pode ir em qualquer horário e a qualquer momento em algum estabelecimento de saúde (clínicas, hospitais ou unidades básicas de saúde) e com certeza encontrará a equipe de enfermagem a postos para lhe ofertar os primeiros cuidados. Isso porque a Enfermagem presta cuidados 24 horas, durante os 7 dias da semana. 

O cotidiano da enfermagem

A enfermagem se depara com “longas jornadas e grandes responsabilidades” (CELESTINO et al., 2020), cenário este que gera exaustão nesses profissionais, aumentando a possibilidade de acontecer algum erro que cause dano ao paciente assistido. 

Seguir a carreira na enfermagem demanda extrema dedicação e esforços. O conhecimento científico do enfermeiro precisa ser avançado ao ponto deste profissional conseguir debater aspectos do paciente com toda a equipe de saúde. 

O enfermeiro, articulado com a equipe de enfermagem, precisa identificar as condições hemodinâmicas do paciente para debater com o cardiologista quais melhores intervenções, identificar os níveis de ansiedade para conversar com o psicólogo sobre o paciente, compreender a dinâmica respiratória para dialogar com o fisioterapeuta, perceber o déficit focal para acionar o neurologista, entender as dificuldades de deglutição para dialogar sobre estratégias de dieta com o nutricionista. 

Ressalta-se no entanto que, em muitos cenários, nenhum desses profissionais se conhecem, por trabalharem em turnos distintos, mas a enfermagem conhece todos eles, pois está presente em todos os momentos.

Os níveis de afastamento por doenças ocupacionais são expressivos nessa categoria. Conviver com a dor do outro, tristezas e luto não é uma tarefa simples, e alguém precisa realizar com dedicação, empenho e qualificação. Cuidar é para poucos. 

Portanto, pense em todos os momentos de sua vida, desde o seu nascimento: certamente algum profissional da enfermagem cuidou de você em algum instante de sua vida. 

Quando você nasceu, talvez tenha sido um enfermeiro que lhe deu o primeiro banho. Na infância, nas vezes em que adoeceu e precisou ir ao serviço de saúde, a enfermagem deve ter feito aquela injeção que você não gostou na hora, mas algum tempo depois compreendeu que foi o melhor a se fazer naquele momento. 

Além disso, nós somos seres capazes de construir lindas estórias de vida, mas com toda a certeza de sermos finitos. Logo, quando estivermos próximos do encerramento de nossa jornada certamente teremos um enfermeiro que garantirá o conforto e a dignidade nos nossos últimos momentos.

Logo, a dedicação da Enfermagem movimenta todo o setor de saúde e exatamente por essa grande responsabilidade que os profissionais necessitam de melhores condições para exercer o cuidado, prática fundamental a todo e qualquer ser vivo. 

É preciso refletir que o fato da Enfermagem ser a profissão do cuidar não anula a necessidade eminente dos cuidados a estes profissionais. Ao contrário, os profissionais que exercem esse cuidar, com base em processos científicos, precisam (e muito!) de receber cuidados, o que envolve melhores condições nas jornadas de trabalho e a garantia de uma remuneração adequada. 

Apoiar a enfermagem na luta pelas 30h semanais e pelo direito a um piso salarial implica não somente em melhorias para essa categoria profissional, mas também na qualificação da assistência a todas as famílias, pessoas e coletividade que a enfermagem assiste. 

Defender a enfermagem é defender a saúde. 

Matérias relacionadas:

REFERÊNCIAS 

CELESTINO, Lázaro Clarindo et al . Riscos psicossociais relacionados ao trabalho do enfermeiro da Saúde da Família e estratégias de gerenciamento. Rev. esc. enferm. USP,  São Paulo ,  v. 54,  e03602,    2020 .  Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/s1980-220×2018055603602 Acesso em: 06 nov. 2020.

COFEN. Conselho Federal de Enfermagem. Dirigentes do ICN, OMS e Nursing Now discutem rumos da campanha no mundo. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/dirigentes-do-icn-oms-e-nursing-now-discutem-rumos-da-campanha-no-mundo_71987.html Acesso em: 10 out. 2020.

COFEN. Conselho Federal de Enfermagem. Enfermeiros querem aproveitar visibilidade para aprovar piso salarial. [online] 18 mai. 2020. http://www.cofen.gov.br/enfermeiros-querem-aproveitar-visibilidade-para-aprovar-piso-salarial_79939.html Acesso em: 10 out. 2020.

COREN MG. Conselho Regional de Minas Gerais. Não existe serviço de saúde sem Enfermagem. [online] 07 out. 2020. Disponível em: https://www.corenmg.gov.br/nao-existe-servico-de-saude-sem-enfermagem-2/ Acesso em: 10 out. 2020

FNE. Federação Nacional dos Enfermeiros. 20 razões para você apoiar as 30 horas para a Enfermagem. Online, 8 ago. 2018. Disponível em: http://www.portalfne.com.br/noticias/20-razoes-para-voce-apoiar-as-30-horas-para-a-enfermagem. Acesso em: 10 out. 2020.

OMS. Organização Mundial da Saúde. Brasil adere à campanha Nursing Now para fortalecer papel de enfermeiras e enfermeiros na eliminação de barreiras ao acesso à saúde. [online] 30 abr. 2019. Disponível em: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5923:brasil-adere-a-campanha-nursing-now-para-fortalecer-papel-de-enfermeiras-e-enfermeiros-na-eliminacao-de-barreiras-ao-acesso-a-saude&Itemid=844 Acesso em: 10 out. 2020. 

OPAS. Organização Pan-Americana da Saúde. OMS define 2020 como ano internacional dos profissionais de enfermagem e obstetrícia. Disponível em: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=6092:oms-define-2020-como-ano-internacional-dos-profissionais-de-enfermagem-e-obstetricia&Itemid=844 Acesso em: 10 out. 2020. 

Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.
Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.