Todas as Áreas

Carreiras

Introdução à dosagem e cálculo de medicação

Introdução à dosagem e cálculo de medicação

O cálculo da dosagem medicamentos apresenta vários aspectos que devemos levar em consideração, como o conhecimento técnico sobre o medicamento e seu mecanismo de ação. Além disso, é essencial para
determinar qual a dose indicada a um paciente conhecer as características físicas como peso, idade, estado de consciência. Além disso, conhecer também as possíveis comorbidades que ele apresenta.

O cálculo matemático mais utilizado para a dosagem e cálculo de medicação é a regra de três. Ela é um método matemático utilizado para solução de problemas de razão e proporção. A regra de três envolve quatro valores, em que apenas três são conhecidos, ou seja, um valor é determinado a partir dos outros
já conhecidos, em três passos simples:

  1. Organizar as grandezas de mesma unidade em colunas, mantendo na mesma linha as grandezas que são de unidades diferentes. Por exemplo: os volumes em uma coluna e concentrações em outra coluna.

                                               10 mL ——– 20mg/mL                                       
                                                  5mL ——– x (?)
     

  2. Avaliar se as grandezas quanto a sua proporcionalidade se não diretamente ou inversamente proporcionais.
     
  3. Montar a proporção e resolver a equação.

Cálculo para preparação de soluções
 

Uma solução oral foi preparada contendo 30 mg de cloridrato de femproporex por 10 mL de solução. Quantos mg de fármaco estão contidos em 60 mL desta solução?

Resolvendo:

  1. Montar a regra de três mantendo as mesmas unidades na coluna:

                                                       30mg ——– 10mL
                                                        X (?) ——– 60 mL

Sendo X a quantidade em mg que quero descobrir, multiplico cruzado, ou seja:

10X = 1800

X= 180mg. Assim, a quantidade em mg do fármaco presente em 60mL de solução é 180mg.

Assim, podemos realizar a administração de diversas soluções em concentrações diferentes prescrições fazendo o cálculo da concentração desejada, podendo manipular de forma a aumentar ou diminuir a concentração ou estabelecer uma nova solução (conforme a prescrição).

Para aumentar a concentração de um soro:

Prescrição: Soro SF (Solução Fisiológica) de 10% 500 mL.

Porém a preparação disponível na unidade é de SF 0,9% 500 ml e de ampolas de NaCl 20% com volumes de 10mL.

Assim, temos um soro de soro fisiológico 500 ml à 0,9 %, que significa que há 0,9 gramas de NaCl (cloreto de sódio) em 100 ml de soro. Então Quanto haverá em 500 mL?

                                                            100mL —— 0,9 g
                                                            500mL —— x (?)

                                                                    X= 4,5g

A prescrição é soro fisiológico a 10%%, então tem-se 10 gramas de NaCl em 100 ml; quanto haverá em 500 ml?

                                                            100 mL —– 10 g
                                                            500 mL —– x (?)

                                                                   X= 50 g de NaCl

Então se queremos um soro que contenha 50 gramas de cloreto de sódio e temos um soro com 4,5 gramas, é preciso acrescentar 45,5 gramas (pois 50 g – 4,5 g =45,5 g). Assim, utilizado ampolas de ampolas de cloreto de sódio a 20% 10 mL, ou seja, que há 2 gramas em 10 mL, porém a ampola tem somente 10 ml, então precisamos calcular quantos mL precisaremos (ou seja quantas ampolas).

                                                         10 mL —– 2g
                                                         X (mL) —– 45,5 g

X = 227,5mL, ou seja, precisamos acrescentar 165 ml de cloreto de sódio a 20%. Isso corresponde a quantas ampolas de 10mL?

                                                         10mL —– 1 ampola
                                                         227,5 mL —– x (?)

                                                         X= 22,7 ampolas

Devemos ressaltar que o frasco de soro não suporta um valor adicional, por isso é importante retirar o volume que será acrescentando, mas calculando o valor que está sendo desprezado para que ele possa ser reposto. Assim, serão retirados 22,75mL de soro fisiológico 0,9%, isso representa quanto de cloreto de sódio retirado do frasco de 500mL?

                                                         0,9g —- 100mL
                                                           x —– 227,5mL

                                                              x = 2g

2g de NaCl será retirado, essa quantidade na ampola de NaCl 20% corresponde a qual volume?
                                                         
                                                           2g — x (?)
                                                           20g — 100

                                                     x= 10mL de NaCl 20%

Então, para preparar o soro fisiológico conforme a prescrição, será necessário acrescentar 227,5+10mL totalizando 237,5mL, ou 23 ampolas completas e 7,5mL.

Gotejamento de soluções
 

Iremos adotar algumas abreviaturas, sendo elas: Vol = Volume, t = Tempo, min = Minutos, gts = gotas e mgts = microgotas.

Na maioria dos Serviços essa tarefa é realizada por bombas de infusão, porém pode ocorrer falhas no funcionamento das bombas, e por isso, devemos realizar a administração e o cálculo conforme a prescrição.

O médico prescreveu 3.000mL de soro fisiológico e 500ml de soro glicosado. A infusão deverá ocorrer em 10 horas, assim qual o número de gotas que deve fluir por minuto?

Se 1 hora = 60 minutos, logo 10 horas = 600 minutos.

1mL = 20 gotas, logo ,3000mL = 60000 gotas.

Gotas/minutos = volume total/ minutos total

Gotas/minutos = 60000/600

Logo o gotejamento será de 100 gotas por minutos.

LEMBRETE:1mL = 20 gotas; 1 gota = 3 microgotas.
 

REFERÊNCIA

? SILVA, Penildon. Farmacologia. 7.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006.

? BRUNTON, Laurence L.; KNOLLMANN, Björn C. As Bases Farmacológicas da Terapêutica de Goodman e Gilman-13. Artmed Editora, 2018.

Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.
Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.