Logo Sanar

Carreiras

A importância do farmacêutico no combate ao novo coronavírus | Colunista

A importância do farmacêutico no combate ao novo coronavírus.jpg (67 KB)

Por definição, uma pandemia é quando uma epidemia de alguma patologia infecciosa se encontra amplamente disseminada num continente ou no planeta. A primeira pandemia, conhecida mundialmente foi a peste bubônica, dizimando mais de 200 milhões de vidas

Neste ano de 2020, surgiu uma nova pandemia, causada pelo Sars-Cov-2, conhecido como o novo Coronavírus, inicialmente detectado em Wuhan, na China, em dezembro de 2019. Este patógeno causa infecções respiratórias em humanos, desencadeando vários quadros clínicos de grande preocupação na saúde pública

Em meio ao caos social, o farmacêutico é imprescindível no combate ao vírus Sars-Cov-2, sendo ele o causador da COVID-19. Primeiramente, pela farmácia, pois é o ponto de ligação entre o farmacêutico e o paciente, além dos quesitos geográficos. Segundo, o cuidado com a saúde e a atenção farmacêutica, que segue com a conscientização da população a cerca da profilaxia essencial de combate a doença. De acordo com a (FIP), Federação Internacional dos Farmacêuticos, estas são as principais atribuições farmacêuticas na linha de frente da pandemia:

Principais atribuições farmacêuticas frente a pandemia:

setores e atribuições 1.png (47 KB)

setores e atribuições 2.png (28 KB)

Além dessas atribuições, pode se destacar também a promoção do Uso Racional de Medicamentos em pacientes acompanhados pelas equipes de saúde. Pois um dos efeitos provocados pela pandemia é o desabastecimento de medicamentos e insumos nos estabelecimentos. É importante sempre ressaltar, que a automedicação pode trazer riscos à saúde do paciente.

O farmacêutico deverá orientar o uso correto dos fármacos, a fim de que seja evitado o uso indevido sem
consentimento médico, tendo as políticas adequadas e o desenvolvimento de planos para controle dos insumos. É essencial destacar que, em tempos difíceis, a prevenção continua sendo o melhor remédio. Com o uso de máscaras, luvas e álcool em gel, além do distanciamento social com fim de preservar a saúde, o bem estar e a vida.

Matérias Relacionadas:

REFERÊNCIAS:

FARMARCAS. O papel do farmacêutico no enfrentamento da pandemia. Disponível em: https://farmarcas.com.br/papel-do-farmaceutico-no-enfrentamento-da- pandemia/. Acesso em 11 jul 2020.

Federação Farmacêutica Internacional, Conselho Federal de Farmácia. Orientação Sanitária da FIP. Epidemia por Coronavírus SARS-CoV-2: Informações e diretrizes provisórias para farmacêuticos e colaboradores da farmácia. Disponível em: https://www.fip.org/coronavirus. Acesso em 11 jul 2020

ITACY, Araruna. Desafios da pandemia no abastecimento de insumos farmacêuticos. Disponível em: https://anahp.com.br/noticias/covid-19/artigo-desafios- da-pandemia-no-abastecimento-de-insumos-farmaceuticos/. Acesso em 10 jul 2020.

LANA et al. Emergência do novo coronavírus (SARS-COV-2) e o papel de uma vigilância nacional em saúde oportuna e efetiva. Cad. Saúde Pública. Rio de Janeiro 2020; 36(3)

ZARAMELA, Luciana. As piores pandemias da história. Disponível em: https://canaltech.com.br/saude/as-piores-pandemias-da-historia-164788/ Acesso em 15 jul 2020

Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.