Todas as Áreas

Carreiras

Fazendo a diferença: marketing na odontologia

Fazendo a diferença: marketing na odontologia

Você já deve ter escutado bastante por aí aquela frase: “Quem não é visto não é lembrado”, não é?

Mas… Será que é isso mesmo?

Nos dias de hoje, em que todos estamos sempre conectados, usar a internet como meio de ser visto parece fundamental. No entanto, devemos ter bastante cuidado e não somente “sermos vistos”, mas fazer isso com bastante estratégia e integridade é essencial.

O conceito central de marketing é a troca. E têm-se como objetivo principal criar uma autoridade diante do seu nicho (pacientes ou outros dentistas, não importa) a fim de se tornar um nome de referência.

Acredito que a melhor maneira de construir essa autoridade nas redes sociais, está diretamente relacionado a dois pilares, e são eles:

1 – Agregar valor

De que forma o conteúdo que você propaga contribui na vida do seu público? Você só está jogando informações ou as coisas que você diz impactam de alguma forma no dia a dia das pessoas?

Primeiramente, é necessário que você conheça seu público alvo. Afinal, um conteúdo de valor é aquele que traz soluções de forma prática a algum problema.

Descubra quais são as perguntas que precisam ser respondidas e as necessidades da sua audiência. E ajude a resolver. Assim, eles verão em você alguém que está disposto a ajudar, o que com certeza te dará ainda mais referência.

Através da resolução de problemas, da transmissão de dicas e do compartilhamento de coisas do cotidiano, o vínculo com o seu público se tornará cada vez mais estreito (e essa já é a próxima dica).

NA PRÁTICA: Ouça seus seguidores, coloque caixinhas de pergunta e use as sugestões para entender o que eles precisam. Esteja atento aos comentários e dúvidas que chegam em seu consultório também. Pergunte às pessoas próximas o que elas desejam saber sobre odontologia, sobre a rotina, quais dicas elas gostariam de ter sobre determinado assunto.

2 – Criar vínculo – pessoas encantam pessoas

Tornar-se mais próximo do seu público cria identidade.

Uma das formas de fazer isso possível é: conte uma história. Ao fazer isso, as pessoas se identificarão com a sua história e com suas experiências.

Sugiro que você leia e estude mais sobre storytelling.

Mas te dando um spoiler, storytelling consiste na partilha de uma história, que cria uma relação de proximidade entre quem transmite a mensagem (você) e quem a recebe.

A ordem aqui é: CONEXÃO. Conforme os autores Palácios e Terenzzo (2016), “As pessoas não compram apenas uma marca, compram as boas histórias que fazem parte do entorno delas”.

NA PRÁTICA: Conte sua história ou a história de alguém próximo. Mostre os seus hábitos, as suas reflexões e pensamentos. Tente tirar dessas histórias algum ensinamento e faça com que as pessoas se identifiquem. Faça com que sua rede social não seja tão “profissional”, mostre que você é real.

Com essas dicas e com a prática, tornar-se visto começará a ser algo natural e te trará o resultado que espera.

PALACIOS, F. e TERENZZO M. O Guia completo do storytelling – Rio de Janeiro: Alta Books, 2016,

Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.
Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.