Todas as Áreas

Carreiras

Marketing no âmbito odontológico | Colunista

Marketing no âmbito odontológico | Colunista

No passado a única ferramenta de marketing de que os cirurgiões-dentistas necessitavam era uma boa reputação, mas os tempos mudaram e o marketing tornou-se um mecanismo flexível que poderá levar seu trabalho rumo ao sucesso.

Como relacionar o marketing e a odontologia?

Atualmente, o marketing assume grande importância no consultório odontológico, que com seus conceitos auxilia os profissionais da odontologia, independente da especialidade, a terem sucesso na vida pessoal e profissional. A palavra Marketing tem como significado: ação de comprar, vender ou comercializar. Sua função na Odontologia é de estabelecer, manter e melhorar as relações entre cirurgiões-dentistas e pacientes, com a finalidade de alcançar os objetivos de ambas as partes.

Marketing no mercado de trabalho

A realidade do concorrido mercado de trabalho fez com que os profissionais saíssem da sua zona de conforto e buscassem diferentes estratégias para conseguir uma adaptação. Existem algumas alternativas para utilizar as ferramentas do marketing na odontologia, uma delas é a divulgação ou propaganda, que pode ser utilizada para fidelizar os pacientes e divulgar a qualidade dos trabalhos realizados, possibilitando o aumento da quantidade de clientes.

Existem alguns tipos de marketing, entre eles:

 

  • Marketing Interno: pode ser realizado com recursos presentes no próprio consultório odontológico, por meio da utilização de equipamentos modernos e recursos de imagiologia, apresentação de vídeos, disposição de impressos, exposição do logotipo em impressos e diferentes áreas do consultório, bem como da qualidade do atendimento e tratamento oferecidos ao paciente pela equipe que acaba despertando o interesse dos pacientes
     
  • Marketing Externo: é realizado fora do ambiente de trabalho, ultrapassa a área de atuação profissional para além do consultório. Neste, a propaganda propriamente dita e recursos alternativos de publicidade que quando bem direcionados proporcionam resultados muito positivos. Os recursos desse tipo abrange a divulgação através de folhetos, anúncios em jornais, revistas, outdoors e websites, carta ao profissional indicador e aos pacientes, entrevistas e participação em eventos sociais e científicos.
     
  • Marketing de Relacionamento: se baseia no excelente atendimento ao paciente, o que leva à lealdade deste ao profissional. Sabendo que são os fatores psicossociais que guiam um cliente na escolha do seu profissional de saúde, este precisa criar uma relação de confiança e fidelidade com seus pacientes. Por isso, o mais desafiador deste marketing odontológico é que ele exige um grande carinho pelas pessoas.

 

  • Marketing Social: aplica os princípios de marketing para promover ideias, atitudes e comportamentos. O engajamento do CD em projetos sociais que colabore de forma ética com comunidades desfavorecidas socioeconomicamente, oferecendo assistência de qualidade e respeito. Este tipo de ação não somente promove o acesso das pessoas à saúde, mas torna os profissionais mais envolvidos com a comunidade, ou seja, alargam as fronteiras para além da realidade do consultório/clínica.

RELAÇÃO PROFISSIONAL-SERVIÇO-CLIENTE

Existe um conjunto de ferramentas, chamado de mix de marketing que é utilizado para obter as respostas desejadas de seus mercados alvo e de acordo com Delaney, essas ferramentas estão classificadas em quatro grupos denominados 4Ps do marketing:

  • Produto – nome da marca, serviço,qualidade, design.
  • Preço – desconto, condições de financiamento, preço na lista.
  • Praça (distribuição) – canais de distribuição, cobertura, locais.
  • Promoção (comunicação) – promoção de vendas, publicidade e propaganda.

Um dos pontos que pode fazer a diferença é a busca de melhores serviços e da satisfação e retenção de clientes ao longo do tempo. É por isso que o consultório pode ser administrado tal como uma empresa, exigindo profissionais atuantes e com conhecimento de marketing, resultando em um controle maior e diminuindo o risco na perda de pacientes e capital.

Implicações éticas e legais

O marketing pode fazer a diferença para a solução dos problemas de competitividade da classe odontológica, mas por diversas vezes o seu modo de aplicação pelos CDs diante das regulamentações existentes gera preocupações.O Código de Ética é um fator que intimida alguns profissionais a investir em marketing, principalmente depois que o Conselho Federal de Odontologia (CFO) proibiu a divulgação sobre instalações e técnicas utilizadas pelo dentista.

É preciso que o profissional se especialize no marketing interno, com o próprio cliente, para não entrar em conflito com essas normas. Os códigos de ética são necessários na área da saúde, para evitar a vulgarização dessa atividade profissional. As normas limitam a propaganda pelo CD, no entanto, para os profissionais que conhecem marketing,esse fator não é tão importante, já que a propaganda propriamente dita não é a sua principal ferramenta.

Matérias relacionadas:

post_apoio-atualização_1524x200_lp-atualização.jpg (122 KB)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1. PAIM, Aline Priscila et al. Marketing em odontologia. Revista Biociências, 2004.

2. GARBIN, Artênio José Isper et al. Marketing em Odontologia: a percepção do cliente em relação ao serviço odontológico de clínica privada. Revista de Odontologia da UNESP, 2013.

3. PARANHOS, Luiz Renato et al. Implicações éticas e legais do marketing na Odontologia. RSBO Revista Sul-Brasileira de Odontologia, 2011.

4. VIOLA, Naiana Viana; OLIVEIRA, Ana Carolina Mascarenhas; DOTTA, Edivani Aparecida Vicente. Marketing em Odontologia: uma ferramenta que faz a diferença. Revista brasileira de odontologia, 2011.

5. MARKET, A. COMPETITIVE. A importância do marketing odontológico para enfrentar um mercado competitivo. 2008.

Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.
Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.