Todas as Áreas

Carreiras

Residência Multiprofissional: O que é, como fazer e qual a sua importância?

Residência Multiprofissional: O que é, como fazer e qual a sua importância?

Residência multiprofissional_  como fazer e qual a sua importância_.jpg (66 KB)

A residência multiprofissional é uma especialização lato sensu que tem por objetivo a formação de profissionais diversos que estão relacionados ao setor da saúde. O curso pode ser feito por psicólogos, médicos, biólogos, educadores físicos, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, nutricionistas etc.

Segundo a Universidade de São Paulo (2018),

“tais programas têm como finalidade a formação profissional como orientação para o processo de cuidador, focado na idealização de promoção de saúde, prevenção de doenças ou agravos, recuperação e reabilitação da saúde segundo as necessidades dos seres humanos, tendo em vista os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), o direito à saúde e cidadania.

De acordo com o Ministério da Educação (2018), 

“as residências multiprofissionais e em área profissional da saúde, criadas a partir da promulgação da Lei n° 11.129 de 2005, são orientadas pelos princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS), a partir das necessidades e realidades locais e regionais, e abrangem as profissões da área da saúde, que são determinadas pela Resolução CNS nº 287/1998.”

A residência é composta por uma carga horária de 80% de atividades exclusivamente práticas e 20% de atividades teóricas ou teórico-práticas, dispondo da supervisão de um profissional de serviço e um tutor (docente de instituição de ensino superior).

Quais as vantagens de fazer Residência Multiprofissional?

A residência multiprofissional traz diversos benefícios para os profissionais que optam em fazê-la. A seguir apresentaremos alguns deles:

Experiência

Uma das vantagens é que o período de realização da residência multiprofissional é uma possibilidade que os profissionais da saúde têm de adquirir experiência em áreas nas quais teriam maior dificuldade sem essa especialização e esse conhecimento é primordial para a realização de práticas de forma eficaz durante suas rotinas. Isso se dá principalmente pelo fato de que o residente terá o apoio de coordenadores pedagógicos que darão suporte durante a sua trajetória. 

O aprendizado adquirido durante a residência é de extrema utilidade ao aprimoramento de capacidades técnicas adquiridas durante a vida acadêmica e devido a isso, o aluno poderá desenvolver suas habilidades profissionais.

Título e mercado de trabalho

A residência é uma especialização que é considerada como pós-graduação. É um diferencial para profissionais que almejam participar dos concursos públicos que exigem comprovação de títulos e também os auxilia em processos seletivos. A obtenção deste título é um diferencial, pois quanto mais especializado mais chances o profissional tem de se destacar no mercado de trabalho, mesmo que a residência não seja uma exigência para a atuação específica em alguns setores. 

Supervisão

O residente além de aprender na prática também conta com orientação e acompanhamento de profissionais capacitados e experientes que irão auxiliá-los no dia a dia corrigindo erros e sanando dúvidas. 

Remuneração

A bolsa de residência ofertada para os profissionais residentes tem um valor fixo determinado por lei e, atualmente, equivale a R$ 3.330,42. Vale ressaltar que os profissionais da área devem se dedicar exclusivamente à realização da residência multiprofissional e não podem ter outras atividades profissionais durante o período de vigência da residência, que é de 2 anos.

Como funciona a seleção de candidatos?

Para ingressar em uma Residência Multiprofissional, o interessado deve ser aprovado na seleção pública realizada por instituições de ensino superior que oferecem essa modalidade de especialização. 

A seleção ocorre em sua maioria em duas etapas: a primeira é a prova objetiva, onde são cobrados conteúdos como Legislação do SUS, Saúde Pública e Coletiva, Políticas de Saúde etc. Também são cobrados conteúdos específicos da graduação, que são temas comuns a todos os cursos de graduação em saúde, independente da área de residência, como código de ética, por exemplo, e conteúdos específicos da área de residência onde são aprofundados temas em relação à área escolhida pelo candidato.

A segunda etapa é composta pela análise do currículo Lattes onde os candidatos são analisados por experiências vivenciadas durante a graduação como publicação de artigos, participação em projetos de pesquisas, congressos entre outros. Algumas universidades podem incluir em suas seleções, provas dissertativas e entrevistas.

Requisitos mínimos exigidos

Ter diploma de graduação ou comprovante equivalente em cursos de graduação na área da saúde, estar inscrito no conselho de classe profissional, dedicar-se exclusivamente ao curso e não possuir qualquer tipo de vínculo empregatício.

Como se preparar para o processo seletivo?

Para a aprovação na prova de Residência, é necessário que o candidato tenha empenho, dedicação, planejamento e principalmente estudo com materiais de qualidade. É preciso que crie uma rotina de estudos, busque bons professores e bons cursos, comece estudando conteúdos comuns a todos as áreas de saúde e depois estude os específicos e por fim faça uma boa gestão do seu tempo. 

Diante do que foi abordado neste artigo, concluímos que a residência multiprofissional é uma excelente oportunidade de adquirir conhecimento e experiência, aprimorar técnicas e se destacar no mercado de trabalho. 

Matérias relacionadas:

post apoio atualização_1524x200_lp-atualização (1).jpg (122 KB)

Referências

CONFIRA 7 VANTAGENS DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL PARA A SUA CARREIRA. CEEN Centro de Estudos (2020). Disponível em: https://www.ceen.com.br/residencia-multiprofissional/ Acesso em 20 de Set. de 2020.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Residência Multiprofissional (2018). Disponível em: http://portal.mec.gov.br/residencias-em-saude/residencia-multiprofissional. Acesso em 20 de Set. de 2020.

O QUE É RESIDÊNCIA EM SAÚDE E COMO "SER" UM RESIDENTE? Ponto dos Concursos (2017) Disponível em: https://www.pontodosconcursos.com.br/artigo/14505/natale-souza/o-que-e-residencia-em-saude-e-como-ser-um-residente Acesso em 20 de Set. de 2020.

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. O que é a Residência? (2018). Disponível em: https://prceu.usp.br/residenciamulti/a-residencia/. Acesso em 20 de Set. de 2020

Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.
Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.