Logo Sanar

Carreiras

Como os flashcards podem alavancar seus estudos

estudar-com-flashcards-jeshoots-com-unsplash.jpg (138 KB)

Esquecer é um processo natural do ser humano. Estamos susceptíveis a tantas informações que nosso cérebro precisa liberar aquilo que não considera importante para dar espaço àquilo que pode vir a ser. Nos estudos não é muito diferente. E é por isso que os flashcards são uma excelente ferramenta para esse momento de preparação para provas de concurso e residência.

Você acompanha a Sanar nas redes sociais e sabe que é prática nossa publicar flashcards frequentemente. E você sabe, também, que os flashcards fazem muita diferença na assimilação de conteúdos específicos.

Já parou pra pensar por que os flashcards são tão eficientes nos seus estudos?

 

O que são os flashcards

Antes de tudo, você precisa saber que os flashcards existem há muito tempo. Conta-se que eles são usados desde o século XIX. Os primeiros deles foram os cartões fonéticos ‘Reading Disentangled’, de 1834, criado pelo educador inglês Favell Lee.

Em um flashcard, você escreve a informação que deseja aprender. De um lado do cartão pode estar uma pergunta ou uma palavra-chave. No verso, a resposta ou um comentário referente ao conteúdo.

Independentemente de como você faça, os flashcards auxiliam na memorização e na assimilação dos conteúdos. Isso porque utiliza os princípios de recordação ativa e repetição espaçada.

Na recordação ativa, o aluno deve recuperar uma resposta com exatidão. Já na repetição espaçada, é necessário revisão periódica de um conteúdo assimilado.

flashcards-sanar-enfermeira-concurseira.jpg (229 KB)

 

Driblando a curva do esquecimento

Os flashcards têm base científica, na medida em que ajudam a driblar a curva do esquecimento proposta pelo alemão Herman Ebbinghaus. A contribuição do pesquisador é que a maior parte do esquecimento se produz nos primeiros momentos logo após a aprendizagem. A técnica da repetição espaçada é fundamental para contornar essa tendência natural do cérebro humano.

Funciona mais ou menos assim: quando estudamos um assunto, a curva de conhecimento é crescente até que atinja um pico de aprendizado. Daí em diante, deixamos de estudar aquele conteúdo e a curva de conhecimento começa a decrescer, numa tendência de esquecimento quase total.

Para que o conteúdo aprendido seja retido, é preciso revisitá-lo frequentemente. Especialistas costumam recomendar revisões iniciais de 10 minutos diários para cada hora/aula expositiva, a partir de um dia desde que você estudou o assunto.

Depois de uma semana, as revisões passam a ser de 5 minutos para cada hora/aula passa a ser suficiente. Em 30 dias, será preciso apenas 2 a 4 minutos para atingir o pico de aprendizagem. A recomendação é que você revisite os flashcards até que o conteúdo esteja totalmente gravado na sua memória.


CONHEÇA 9 MÉTODOS DE ESTUDOS INFALÍVEIS!


Fenômeno da reminiscência

Por ativarem um conhecimento depois de adquirido, os flashcards promovem o fenômeno da reminiscência. Nesse caso, o cérebro resgata informações que não eram recordadas devido à repetição dos estudos.

O fenômeno da reminiscência foi descrito pela primeira vez na literatura científica pelo psicólogo inglês Ballard, em 1913. O cientista descobriu que a fixação de um conteúdo é maior algum tempo depois de o estudante adquirir conhecimento do que imediatamente depois de estudar. A ideia geral é que a informação não foi perdida totalmente, mas uma pista pode resgatar o que você já assimilou.

A eficiência dos flashcards é comprovada. Estudo de Sales, Carneiro e Oliveira (2019) mostra 73,33% dos estudantes da disciplina de Histologia consideraram o método com boa eficácia na revisão dos estudos. Outros 13,33% disseram que o aprendizado foi excelente; 6,66% disseram que foi razoável e 6,66% disseram que foi ruim.

 

Agora conta pra gente: o que você acha de estudar via flashcards?


NÓS GARANTIMOS SUA APROVAÇÃO!

rodape_blog-produtos~.jpg (354 KB)

Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.
Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.