Logo Sanar

Carreiras

Senado destitui comissão do concurso e Cebraspe é anunciada como banca do certame

a-concurso-senado.jpg (431 KB)

Atenção, concurseiros!

A Cebraspe foi anunciada como banca responsável pela realização do concurso do Senado Federal. A informação ganhou forma e repercussão após arevogação da Portaria 20/2019, que criou a comissão do certame. 

Apesar da informação, a banca ainda não foi contratada oficialmente, o que só deverá acontecer após aprovação do projeto básico. O Cebraspe informou que a equipe está pronta para organizar o concurso. 

A seleção, autorizada desde 2020, oferta 40 vagas imeditas de níveis médio e superior. Na área de Saúde, há vagas para profissionais de Enfermagem.

O salário básico do servidor do Senado é de R$ 25.764,85. O valor inclui gratificações e R$ 982,28 de auxílio alimentação, R$ 147,83 de auxílio transporte, R$ 676 de assistência médica e odontológica, R$ 831,95 de assistência pré-escolar, exames periódicos e capacitações.

O concurso do Senado está previsto no orçamento de 2021, assim como esteve previsto no orçamento de 2020. Devido à pandemia, no entanto, o edital segue sem prazo para publicação. 

1. Situação atual do Concurso do Senado e Distribuição das vagas:

O então presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), revogou no início de 2021 a Portaria 20/2019, que criou a comissão do concurso do Senado Federal. Logo em seguida, foi anunciado que o Cebraspe seria a banca responsável pelo certame. No entanto, o contrato não foi oficializado até então. 

Em fevereiro, a Comissão Examinadora do concurso do Senado Federal analisou as propostas apresentadas por oito instituições para execução do concurso. Embora não houvesse prazo para a definição, a expectativa do presidente da comissão, Roberci Araújo, é que a banca fosse escolhida até o final de junho.

O prazo inicialmente previsto para divulgação do edital do concurso do Senado era o primeiro semestre de 2020. Devido à pandemia do novo coronavírus, o edital só deverá ser lançado depois de restabelecida a normalidade no país.

Em dezembro de 2019, uma audiência pública reuniu nove bancas que se interessam pelo certame. Participaram do encontro Fundação Getúlio Vargas, Fundação Cesgranrio, Instituto Acesso, Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), Cebraspe, Instituto AOCP, Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades), Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistência Nacional (Idecan) e Instituto Acesso Público. 

Já em fevereiro de 2020, a Comissão Examinadora do certame analisou as propostas apresentadas pelas empresas concorrentes a banca realizadora do concurso, neste caso, CebraspeInstituto AcessoInstituto AOCPIBFCIdecanInstituto MaisFGV e Funrio. Na época, o presidente da Comissão Examinadora, Roberci Araújo, disse à Agência Senado que a banca poderia ser escolhida até o final de junho.

Entre as possibilidades do certame está a aplicação da prova objetiva em todas as capitais do Brasil! O que é certeza sobre o concurso é a oferta de 40 vagas imeditadas e formação de cadastro reserva. Do total, 01 vaga é para Enfermagem. Todos os aprovados serão lotados em Brasília (DF). 

O salário básico do servidor do Senado é de R$ 25.764,85. O valor inclui gratificações e R$ 982,28 de auxílio alimentação, R$ 147,83 de auxílio transporte, R$ 676 de assistência médica e odontológica, R$ 831,95 de assistência pré-escolar, exames periódicos e capacitações.

A comissão diretora do Senado Federal publicou em outubro do ano passado a autorização que visa o provimento de 40 vagas em cargos de níveis médio e superior. Com remunerações que variam de R$ 13.763,45 a R$ 32.787,36, este é um dos certames mais aguardados pelos concurseiros do país!

Também em outubro foram nomeados os servidores que iriam compor a Comissão Examinadora, sendo responsáveis por todos os trâmites internos do processo, incluindo a viabilização das provas, a avaliação de candidatos e a contratação da banca organizadora. Os trabalhos da Comissão só serão encerrados com a homologação do resultado final do concurso.

A distribuição das vagas para a área da Saúde ocorrerá da seguinte forma:

Analista Legislativo, Nível III, padrão 36, na especialidade Assistência Social, com requisito de escolaridade de nível superior: uma vaga;

Analista Legislativo, Nível III, padrão 36, na especialidade Enfermagem, com requisito de escolaridade de nível superior: uma vaga;

SAIBA COMO SE PREPARAR PARA O CONCURSO SENADO FEDERAL 2019!


2. Sobre o Senado Federal:
 

De acordo com informações do próprio site do Senado Federal, o Poder Legislativo Federal é exercido pelo Congresso Nacional, que se compõe de duas casas legislativas: a Câmara dos Deputados e o Senado Federal. Pode-se afirmar, assim, que o Poder Legislativo Federal é bicameral.

São funções típicas do Poder Legislativo legislar e fiscalizar.

As funções do Senado Federal são exercidas pelos senadores da República, que são eleitos segundo o princípio majoritário para representarem os estados e o Distrito Federal. Cada estado e o Distrito Federal elegem três senadores para um mandato de oito anos. A renovação da representação se dá a cada quatro anos, alternadamente, por um e dois terços. Cada senador é eleito com dois suplentes.

O Senado Federal é responsável por exercer as seguintes funções: 

  1. Processar e julgar, nos crimes de responsabilidade
  2. Aprovar a nomeação de autoridades indicadas pelo Presidente da República
  3. Autorizar operações externas de natureza financeira
  4. Fixar, por proposta do Presidente da República
  5. Dispor sobre limites globais e condições para as operações de crédito externo e interno

 

3. Último concurso do Senado Federal

O edital do último concurso Senado Federal foi publicado no dia 22 de dezembro de 2011, sendo que o concurso ocorreu no ano seguinte. Em 2012, no último concurso Senado, foram disponibilizadas 246 vagas e a banca organizadora foi a Fundação Getúlio Vargas (FGV). 

+ Confira o quadro de vagas dos cargos do Senado Federal 2017!

O processo seletivo constou de provas objetiva e discursiva para todos os candidatos. Não houve prova de títulos nem provas práticas para os cargos mencionados acima. A Prova Objetiva foi dividida em 4 áreas:

  • Língua Portuguesa - 20 questões
  • Língua Inglesa - 10 questões
  • Conhecimentos Gerais, como noções de informática e raciocínio lógico - 10 questões
  • Conhecimentos Específicos - 40 questões

A prova de conhecimentos gerais foi composta por questões dos seguintes assuntos: Raciocínio Lógico, Mundo Contemporâneo, Cultura internacional, Cultura e sociedade brasileira, Panorama da economia nacional, entre outras. Lingua Portuguesa, Lingua Inglesa e Conhecimentos gerais, juntas, são responsáveis por quase 36% da nota total do concurso. Ou seja, é bem importante dar atenção a essa prova, principalmente, a LP.

O percentual da prova de Conhecimentos Específicos, com a pontuação total de 80 pontos, é cerca de 60%. Dentre as disciplinas desta área estão Direito Constitucional, Regimento Interno do Senado Federal, Regimento Comum, Direito Administrativo, Projeto de Lei Orçamentária, Apreciação de Matérias em Regime de Urgência, Atribuições Privativas, Ética profissional, bem como conhecimentos específicos da área de interesse;.. 

Já a prova discursiva do Concurso Senado Federal (realizada no mesmo dia, mas só corrigida para os que foram aprovados na prova escrita) foi composta por 1 redação e 1 questão discursiva sobre temas abordados no conteúdo programático do concurso.

A prova discursiva do Concurso Senado Federal é composta por uma redação, com no mínimo de 25 linhas e máximo de 30, além de uma questão discursiva de, no máximo, 30 linhas. O tema da prova discursiva é específico para cada cargo, podendo ser cobrado qualquer objeto do conteúdo programático previsto no Edital.

É muito importante ressaltar também que: para ser aprovado os candidatos devem alcançar o mínimo de 54% (cinquenta por cento) de aproveitamento do total de pontos de cada prova (P1, P2, P3 e P4).

Apesar das oportunidades serem preenchidas apenas no Distrito Federal, as avaliações foram aplicadas em todos os Estados brasileiros.

No último concurso Senado Federal foram ofertadas vagas para os seguintes cargos: Analista Legislativo, Consultor Legislativo e Técnico Legislativo.  Na área da saúde, foram ofertadas vagas para enfermeiros e dentistas.  

 

4 - Concurso Senado Federal 2019: Déficit de servidores

Do total de 8.736 profissionais que trabalham na Casa, 75% são comissionados ou terceirizados. Os servidores efetivos somam 2.130, e 25% deles atendem aos requisitos necessários para aposentadoria – podem deixar seus postos a qualquer momento. Fora isso, mais de 1,2 mil cargos aguardam concurso público para serem preenchidos.

Alguns dos cargos de carreira estão com menos da metade do contingente, como os da área de processo legislativo. Os analistas estão com 228 das 420 vagas em aberto e os técnicos precisam preencher mais da metade dos postos.

Ou seja, o cenário é bom para os concurseiros visto que o órgão apresenta um déficit considerável em seu quadro de servidores. O concurso Senado Federal 2020, portanto, é urgente.

Na área da Saúde, os profissionais encontram oportunidades como Analista Legislativo, com nível superior em carreiras como Enfermagem e Serviço Social.

 

5 - Salários e benefícios do Concurso Senado

O Senado Federal está entre os que possuem a maior remuneração do setor público brasileiro. Os salários iniciais são de R$ 16 mil para um cargo de Nível Médio e de quase R$ 25 mil para um cargo de Nível Superior.

Os servidores que tomarão posse neste novo concurso do Senado Federal Concurso 2020 já farão jus aos reajustes salariais das Tabelas de Vencimentos Básicos dos Servidores da casa para 2019.

O Analista Legislativo possui salário inicial (benefícios inclusos) de R$ 24.782,57 e salário final de R$ 28.087,90.

 

5 - Dicas para o Concurso do Senado Federal

  1. Esse é um dos concursos mais concorridos do País, então não espere o edital sair pra estudar. Comece AGORA!
  2. Busque priorizar as matérias que tem maior peso e maior ligação com a atividade do Senado, como: direito constitucional, direito administrativo, Lei nº 8.112/1990, Regimento Interno do Senado, Regimento Comum (do Congresso)
  3. Aprenda como estudar de forma eficaz! Mais do que o tempo de estudo, o mais importante é a qualidade do seu estudo. Saia na frente da concorrência! 


Matérias relacionadas:


 

Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.
Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.