Todas as Áreas

Carreiras

Dia Internacional do Farmacêutico: 6 Conteúdos Imperdíveis dos Colunistas

Dia Internacional do Farmacêutico: 6 Conteúdos Imperdíveis dos Colunistas

Hoje é o Dia Internacional do Farmacêutico! Nós sabemos da importância e relevância desses profissionais na vida da sociedade, por isso buscamos de todas as formas estimular e impulsionar a produção de conteúdo de qualidade e confiança na área da Farmácia.

Temos um Programa de Colunistas em que incentivamos estudantes e profissionais da área de Saúde a divulgar seus pensamentos, pesquisas e estudos para milhares de pessoas. Para a gente, esse é um pequeno passo para o que queremos transformar em uma grande comunidade de Saúde, com produção de conteúdos acessíveis e completos para todos.

Assim, para elucidar o quanto nós consideramos essa data importante e demonstrar a relevância da produção de conteúdo na área, selecionamos alguns textos publicados pelos Colunistas de Farmácia para vocês lerem, compartilhares, comentarem e ajudarem a impulsionar inúmeras carreiras! Confira abaixo:

 

Interações fármaco-nutrição enteral em unidade de terapia intensiva | Thaiane Carvalho

Em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), a utilização da Nutrição Enteral (NE) através de sondas digestivas como primeira escolha em pacientes que possuem a deglutição prejudicada é frequente, e tem como objetivo manter e/ou recuperar o seu estado nutricional e imunológico, além de trazerem benefícios por serem mais fisiológicas, apresentarem redução da morbimortalidade, do tempo de internação, de infecções hospitalares, e terem menor custo econômico (SILVA, 2010; LOPES, 2013; BARBOSA, 2018) …

Leia mais em: Interações fármaco-nutrição enteral em unidade de terapia intensiva

 

Cuidados farmacêuticos ao paciente diabético

Segundo as diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes, o diabetes mellitus (DM) é considerado um distúrbio metabólico que se caracteriza por uma hiperglicemia persistente, decorrente da deficiência na produção de insulina e/ou em sua ação, ocasionando complicações em longo prazo. De acordo com dados epidemiológicos, estima-se que aproximadamente 14 milhões de brasileiros possuem tal diagnóstico…

Leia mais em: Cuidados farmacêuticos ao paciente diabético

 

Por que a revolução prometida pelos medicamentos nanoestruturados ainda não chegou?

A nanotecnologia aplicada às ciências da saúde está ligada a uma promessa de revolução desde a sua apresentação em 1974. O termo nanotecnologia se refere à materiais de dimensão nanométrica (1 a 100nm). O grande diferencial no uso da nanotecnologia está relacionado às diferentes características bioquímicas, físico- químicas, ópticas, magnéticas e eletrônicas que o material apresenta quando comparado ao mesmo em escalas maiores.

Leia mais em: Por que a revolução prometida pelos medicamentos nanoestruturados ainda não chegou?

 

Farmacoterapia e cuidados farmacêuticos aplicados ao paciente hipertenso

Segundo a 7ª Diretriz Brasileira de Cardiologia, a Hipertensão arterial (HA) apresenta-se como condição clínica multifatorial caracterizada pela elevação sustentada dos níveis pressóricos ≥ 140 e/ou 90 mmHg. No Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde estima-se que em torno de 25% da população apresenta tal diagnóstico, sendo os idosos a parcela mais afetada.

Leia mais em: Farmacoterapia e cuidados farmacêuticos aplicados ao paciente hipertenso

 

Farmácia Clínica: o futuro da profissão farmacêutica | Colunista

Essa área era a Farmácia Clínica, que apareceu inicialmente em 1960, sendo inicialmente uma área dedicada ao ambiente hospitalar. Em 2013, o Conselho Federal de Farmácia adicionou, o (CFF), Conselho Federal de Farmácia adicionou a Farmácia Clínica como uma das áreas possíveis para o farmacêutico atuar.

Leia mais em: Farmácia Clínica: o futuro da profissão farmacêutica

 

O papel do farmacêutico na terapia intensiva

A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) apresenta-se como uma área clínica farmacêutica nos hospitais em decorrências de aspectos relacionados à criticidade dos pacientes, à complexa farmacoterapia e à necessidade de rapidez nas decisões. Portanto, o farmacêutico torna-se peça chave fundamental como integrante da equipe multiprofissional para garantir a segurança do paciente, bem como obter melhores desfechos clínicos.

Leia mais em: O papel do farmacêutico na terapia intensiva

 

Gostou do Programa de Colunistas e gostaria de ter seu texto alcançando milhares de pessoas? Se inscreva em nosso programa!!

 

Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.
Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.