Logo Sanar

Carreiras

O que faz cada profissional de saúde das Forças Armadas?

a-profissionais-saude-forcas-armadas.jpg (435 KB)

Existem diversas possibilidades de atuação na carreira pública para o profissional da Saúde. Enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, médicos veterinários, nutricionistas, dentistas e psicólogos têm chances expressivas de realizar o sonho da estabilidade e prestação de serviço público com concursos. Mas um deles tem um toque diferenciado: seguir uma rotina de disciplina e patriotismo.

A carreira nos comandos das Forças Armadas é uma oportunidade para concurseiros que têm como foco a carreira pública. Marinha, Exército e Aeronáutica lançam novos editais todos os anos que abarcam os profissionais de Saúde. 

E para além da importância dessas instituições para o Estado brasileiro, existe um fator determinante: a remuneração. Acompanhe este post até o final para conhecer em detalhes a carreira do profissional de Saúde nas Forças Armadas, quanto ganham e como ingressar em alguma dessas instituições.


CONFIRA OS CONCURSOS PREVISTOS PARA AS FORÇAS ARMADAS NESTE ANO


Para ingressar nas Forças Armadas

O ingresso nas Forças Armadas é orientado por alguns requisitos. Globalmente, é comum em todas as instituições a seleção via concurso público, que candidatos a oficiais sejam brasileiros natos ou que os candidatos a praças sejam brasileiros natos ou naturalizados. É também exigida altura mínima de 1,60m para homens e 1,55m para mulheres.

Por outro lado, cada unidade das Forças Armadas possui suas particularidades. Há escolas que não aceitam candidatos com mais de 36 anos. Por outro lado, existem cargos que exigem diferentes formações, como pelo menos o ensino fundamental ou o ensino superior como pré-requisito básico.

Essas especificidades na formação impactam também na remuneração, obviamente. Em 2020, a remuneração básica de cada patente militar, os chamados soldos, passou a vigorar com novos valores.

  • Oficiais generais - de R$ 12.490,00 a R$ 13.471,00
  • Oficiais superiores - de R$ 11.088,00 a R$ 11.451,00
  • Oficiais intermediários - R$ 9.135,00
  • Oficiais subalternos - de R$ 7.490,00 a R$ 8.245,00
  • Praças especiais - de R$ 1.105,00 a R$ 7.315,00
  • Praças graduados - de R$ 1.078,00 a R$ 6.169,00
  • Demais praças - de R$ 1.078,00 a R$ 2.325,00

Carreira do Profissional de Saúde nas Forças Armadas

Em geral, os oficiais do Corpo de Saúde das Forças Armadas desempenham funções de âmbito militar e da sua respectiva especialidade. Médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, farmacêuticos, médicos veterinários, dentistas e psicólogos do Exército, Marinha e Aeronáutica garantem a assistência médico-sanitária nas operações em território nacional e em missões internacionais.

Também são atribuições desses profissionais:

  • Prestar assistência e socorro em caso de acidente ou emergência nas unidades de cada força militar; 
  • Orientar e coordenar as ações de promoção de saúde e prevenção das doenças junto aos militares;
  • Avaliar a aptidão física e psíquica dos integrantes, desde o processo de seleção e em todo período de atividades no Exército, na Marinha e na Aeronáutica.

Os oficiais profissionais de saúde, ao longo da sua carreira exercem também funções de comando, chefia ou de direção de órgãos ou serviços. Numa fase mais avançada, podem ainda desempenhar tarefas administrativas, de docência e de gestão.

Abaixo detalhamos como cada profissional é demandado especificamente. 

Carreira do Médico

Nas Organizações de Saúde Militares, o médico é demandado para realização de perícias médicas nos cidadãos que prestarão serviço militar obrigatório, atendimento de ex-combatentes e seus dependentes, como também atividades técnicas e administrativas. As áreas de atuação podem ser nos hospitais, policlínicas e ambulatórios.

Por outro lado, os médicos das Forças Armadas também são incentivados a participar de reuniões clínicas, simpósios, congressos, cursos de aperfeiçoamento e especialização, bem como residência médica, mestrado e doutorado. Há ainda a possibilidade de realização de estágios em diversas unidades do país e no exterior.

Nos últimos anos, mesmo com as restrições orçamentárias, as Forças Armadas têm apoiado continuamente as atividades de saúde, seja na aquisição de equipamentos de última geração bem como na qualificação de seus oficiais médicos.


TIRE SUAS DÚVIDAS: VALE À PENA SER MÉDICO NAS FORÇAS ARMADAS?


 

Carreira do Médico Veterinário

A carreira do médico veterinário militar é pautada pelo controle de qualidade e inspeção de alimentos, saúde pública e biossegurança dos quartéis e das operações militares, e de atendimento aos animais, especificamente em clínica e cirurgia de caninos e equinos. Há ainda quartéis em que os trabalhos do médico veterinário podem envolver animais silvestres (zoológicos), pesquisa e inovação, e controle e planejamento de atividades.

Em geral, a área de atuação vai depender de fatores como: a instituição da qual faz parte, a aptidão do militar e as prioridades do comandante, entre outras. No entanto, algumas atribuições do médico veterinário das Forças Armadas são as mesmas nas três instituições. 

É o caso das seguintes:

  • Programa de Auditoria em Segurança Alimentar
  • Laboratórios de Inspeção
  • Proteção em operações militares (missões externas de controle)
  • Inspeções de recebimento e armazenamento de suprimentos
  • Tratamento e Armazenamento da água
  • Controle da Qualidade da água
  • Adequação dos ambientes
  • Saúde dos manipuladores/cozinheiros
  • Controle de zoonoses (doenças transmitidas por carrapatos, insetos, animais sinantrópicos e animais domésticos).
  • Missões de paz (Exemplo Angola)
  • Saúde Animal (cães militares de trabalho; cães de guerra) = bem-estar do animal, reprodução e clínica.
  • Defesa Biológica (sistema de defesa química, biológica e nuclear).
  • Proteção Ambiental (manejo de resíduos)
  • Reprodução e Melhoramento genético de equinos
  • Ações Sociais

PREPARE-SE PARA SER MÉDICO VETERINÁRIO DAS FORÇAS ARMADAS


Carreira do Dentista 

O dentista aprovado em algum concurso das Forças Armadas será responsável pela assistência odontológica dada aos militares da ativa e da reserva, como também aos seus familiares dependentes. Ao contrário do que muitos profissionais de saúde bucal pensam, os tratamentos odontológicos dispensados aos militares são os mesmos adotados com os civis. 

Não existe qualquer diferenciação de cuidados. O que muda é a orientação e promoção de saúde, prevenção das principais doenças bucais e ações curativas.

É importante lembrar que o atendimento odontológico eficaz pode influenciar no desempenho físico dos soldados. Os cuidados ideais buscam, por exemplo, evitar manifestações sistêmicas, como febre, infecções e inflamações de outras regiões do corpo devido aos focos infecciosos em algum órgão dentário.

Para essa assistência, as Forças Armadas do Brasil têm qualificação de pessoal e material suficiente para executar todas as áreas de atuação odontológica, seja nas odontoclínicas, para casos de acompanhamento; nos hospitais, para casos mais graves e específicos; e nas unidades operacionais.


VEJA COMO É SER DENTISTA NO EXÉRCITO BRASILEIRO


Carreira do Enfermeiro

O enfermeiro nas Forças Armadas exerce exatamente as mesmas atribuições assistenciais e burocráticas que um enfermeiro civil exerceria em qualquer hospital. A única diferença na carreira do enfermeiro no Exército, na Marinha ou na Aeronáutica é a realização de atividades militares previstas, como formaturas e burocracias militares.

Sendo assim, os enfermeiros militares são auxiliares dos encarregados das enfermarias e serviços clínicos, aos quais estão diretamente subordinados. Uma vez nessa função, cabe aos enfermeiros militares a observância ininterrupta das ordens relativas ao tratamento dos doentes, sua higiene e disciplina da enfermaria.


PREPARE-SE PARA CONCURSOS MILITARES NA ÁREA DE ENFERMAGEM!


Carreira do Fisioterapeuta

O fisioterapeuta aprovado no concurso das Forças Armadas desenvolverá consultas, avaliações e reavaliações do paciente militar, a partir da coleta de dados e solicitação, execução e interpretação de exames propedêuticos e complementares. O objetivo é ter um diagnóstico cinético-funcional para eleger e quantificar quai intervenções e condutas fisioterapêuticas deverão ser adotadas.

Caberá a esse profissional tratar as disfunções no campo da Fisioterapia em toda a sua extensão e complexidade, estabelecendo prognóstico e reavaliando condutas, até decidir pela alta fisioterapêutica.

Entreas áreas de atuação do fisioterapeuta militar, se destacam:

  • Saúde preventiva, que inclui relaxamento muscular, exercícios respiratórios e alongamento;
  • Fisioterapia desportiva, com avaliações funcionais periódicas para verificar o condicionamento físico dos soldados;
  • Ortopedia e traumatologia, incluindo a reabilitação de militares que foram submetidos a traumas e cirurgias.

GARANTA SUA APROVAÇÃO NOS CONCURSOS DAS FORÇAS ARMADAS!


Carreira do Psicólogo

A função de um psicólogo depende de sua especialidade e nas Forças Armadas não seria diferente. Os psicólogos militares podem ser oficiais comissionados que trabalham como psicólogos no Exército ou psicólogos civis que prestam serviços de saúde mental para o sistema hospitalar militar.

Os psicólogos das Forças Armadas podem trabalhar em clínicas de Psicologia, campos de pesquisas e operações psicológicas. Neste último caso, as operações ocorrem em parceria com a inteligência militar para determinar o modo mais efetivo de manipular situações. Exemplos disso são o uso de fraudes com inimigos ou cidadãos estrangeiros e uso de propaganda. 

Por outro lado, os psicólogos militares desenvolvem também atividades de aconselhamento geral, desenvolvimento de terapia comportamental e gestão ou regulação emocional - caracterizado pelo controle da raiva ou estresse. Cabe ao psicólogo militar o monitoramento de soldados para controlar problemas de saúde mental e, consequentemente, manter todas as unidades seguras. Entre as ocorrências mais comuns estão depressão, ansiedade, estresse e desordem de estresse pós-traumático. 

Psicólogos clínicos que servem na ativa ou na reserva e nas unidades da Guarda Nacional possuem as mesmas funções que psicólogos clínicos em carreiras civis: fornecer serviços imparciais de saúde mental para pacientes em uma tentativa de melhorar a vida e o funcionamento do paciente. É importante destacar que as bases militares maiores atendem em diferentes clínicas de saúde mental os militares e seus dependentes civis.


PREPARE-SE PARA O CONCUSO DAS FORÇAS ARMADAS COM O MELHOR MATERIAL!


Carreira do Farmacêutico

Os farmacêuticos têm a possibilidade de desenvolver atividades importantes nas Forças Armadas. O cuidado com os colegas membros do Exército, Marinha e Aeronáutica passam por especialidades como a Farmácia Hospitalar e pela Indústria Farmacêutica Militar

  • Na Marinha: a indústria farmacêutica é responsável pela produção, comercialização e distribuição de medicamentos, bem como desenvolvimento de pesquisas;

  • Na Aeronáutica: o Laboratório Químico-Farmacêutico da Aeronáutica (LAQFA), vinculado ao Comando da Aeronáutica, realiza atividades de pesquisa e desenvolvimento de produtos, serviços e tecnologia farmacêutica de interesse estratégico (como prevenção, tratamento e proteção dos cidadãos);
  • No Exército: o Laboratório Químico-Farmacêutico do Exército (LQFEx), por sua vez, fabrica e provê produtos químicos e farmacêuticos para a Força Terrestre.

Por outro lado, os farmacêuticos militares também desenvolvem atividades semelhantes aos profissionais civis. Entre elas se destacam a dispensação ambulatorial, marcada pela distribuição e manipulação de medicamentos para os soldados; desinfestação ambiental, laudos técnicos de medicamentos, nutrição parental e farmácia clínica, e análise da água consumida.

Também são atividades inerentes aos farmacêuticos nas Forças Armadas o acompanhamento das tropas em operações militares, assistência em calamidades públicas e material de intendência.


PREPARE-SE PARA SER FARMACÊUTICO DAS FORÇAS ARMADAS!


Carreira do Nutricionista

O oficial nutricionista é o profissional de saúde que desenvolve competências e responsabilidades voltadas à promoção da qualidade de vida para os militares membros das Forças Armadas. O objetivo é proporcionar uma alimentação adequada e saudável valorizando as medidas necessárias para uma alimentação adequada e saudável para os soldados.

Nas Forças Armadas, os nutricionistas desenvolvem práticas voltadas à:

  • Nutrição Clínica: acompanhamento da dieta individual dos oficiais e seus dependentes;
  • Saúde Coletiva: planejamento do cardápio diário das unidades militares, garantindo a segurança alimentar;
  • Nutrição Hospitalar: planejamento da dieta alimentar de cada paciente oficial e seu panorama geral de fornecimento.

GARANTA SUA VAGA COMO NUTRICIONISTA DAS FORÇAS ARMADAS!


Prepare-se para a Carreira Militar

As opções existem e é certo de que um desses caminhos pode, sim, te levar ao sucesso na Carreira Militar! Para tanto, a preparação é fundamental! 

Antes de decidir qual concurso aplicar, é preciso que você esteja munido de algumas informações:

Uma vez seguro de qual carreira você vai investir, escolha o conteúdo que te ajudará a realizar seu sonho! Uma fonte de estudos de qualidade e alinhada com suas necessidades te dará a segurança necessária para você otimizar seu tempo, ser mais produtivo e chegar onde pretende!

Nós, aqui na Sanar, temos materiais perfeitos para te preparar!

Confira também nossos Cursos Preparatórios para Concursos das Forças Armadas!

Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.
Cadastre-se para ter acesso personalizado ao conteúdo completo da Sanar.